Foto: Geraldo Bubniak/AGB)

Com um jogador a mais, Athletico vence o Rio Branco e entra no G8 do estadual

O Athletico sofreu mais do que o esperado, mas conquistou a segunda vitória no Campeonato Paranaense ao derrotar o Rio Branco por 2 a 0, na tarde de domingo (26), pela sexta rodada do estadual. O Furacão jogou com um atleta a mais desde a expulsão do volante Paulo Henrique ainda no primeiro tempo, perdeu um pênalti com Khellven na etapa final, mas garantiu o resultado com gols de Vinicius Kauê e Guilherme Bissoli.

Com a vitória, o Athletico ganha pela segunda vez consecutiva, sobe para seis pontos e assume a sexta colocação do Campeonato Paranaense. Após três derrotas no começo do estadual, o Furacão foi ?reforçado? com jogadores do elenco principal e trocou a lanterna pelo G8.

Na próxima partida do Paranaense, o Athletico disputa o clássico contra o Paraná, na sexta-feira (30), às 16h, na Vila Capanema. Antes, o elenco principal volta a campo para a disputa da segunda partida da Sul-Americana diante do Metropolitanos-VEN, na quarta-feira (28), às 19h15, na Arena da Baixada.

O jogo

Com apenas dois jogadores do elenco principal - zagueiro Zé Ivaldo e volante Jaime Alvarado -, o Athletico teve que encarar a forte marcação do Rio Branco desde o começo da partida. Por isso, o Furacão criou poucas chances de gol no primeiro tempo. Aos 8, Jajá tabelou com Vinicius Mingotti e chutou colocado para a defesa de Lucas Macanhan. Já aos 11, Khellven cobrou falta com força da entrada da área e o goleiro do Rio Branco mandou para escanteio.

A missão de parar o ataque do Athletico ficou mais complicada para o Rio Branco após a expulsão do volante Paulo Henrique por falta dura em Kawan. Com um a mais, o Rubro-Negro quase abriu o placar aos 40 minutos, mas Lucas Macanhan fez uma grande defesa na cabeçada de Vinicius Mingotti.

O bom desempenho de Lucas Macanhan continuou na segunda etapa. O goleiro do Rio Branco trabalhou duas vezes em apenas oito minutos para salvar novamente o Rio Branco. Aos 7, Luan Patrick arriscou chute de fora da área e parou no camisa 1. Na sequência, Reinaldo recebeu cruzamento de Denner, cabeceou para a pequena área e Macanhan se esticou para salvar.

No decorrer do segundo tempo, o Athletico seguiu a pressão e teve uma grande chance de tirar o zero do placar. Aos 27 minutos, Vinicius Mingotti recebeu em profundidade e foi derrubado por Lucas Macanhan. Os jogadores do Rio Branco reclamaram que o lance foi fora da área, mas o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Khellven deslocou o goleiro, porém, acertou a trave.

O pênalti perdido não abalou a equipe rubro-negro, que insistiu até garantir da vitória. Aos 37 minutos, o Rubro-Negro tentou no bate e rebate, e a bola sobrou nos pés de Vinicius Kauê, que chutou rasteiro para o fundo das redes. Foi o primeiro gol do lateral-esquerdo como profissional.

Já nos acréscimos, Khellven cruzou a bola na área, Guilherme Bissoli apareceu livre de marcação e cabeceou para marcar o segundo gol e garantir a vitória rubro-negra.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO 2X0 RIO BRANCO
Data: domingo, 25 de abril de 2021
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Horário: 16h
Árbitro: André Ricardo Martins (PR)
Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer (PR) e Zacarias Chumlhak (PR)

Athletico: Anderson; Khellven, Lucas Halter, Zé Ivaldo (Luan Patrick) e Jáderson; Jaime Alvarado, Kawan (Vinicius Kauê) e Denner (Matheus Anjos); Jajá (Guilherme Bissoli), Vinicius Mingotti (Geovane) e Reinaldo.
Técnico: Bruno Lazaroni.

Rio Branco: Lucas Macanhan; Léo Simas (Igor), Renato Oliveira, Jacy e Higor; Paulo Henrique, Kevin Arroyo (Pedro Botelho), Zezinho e Guga (Clau); Matheuzinho (Weverton) e Douglas (Vitor Bill).
Técnico: Norberto Lemos.

Gols: Vinicius Kauê (CAP), aos 37? do segundo tempo, e Guilherme Bissoli (CAP), aos 48? do segundo tempo.
Cartões amarelos: Kevin Arroyo e Lucas Macanhan (RBR); Vinicius Mingotti (CAP).
Cartão vermelho: Paulo Henrique (RBR).

Com informação da Catve e Banda B

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!