Foto AEN

Comércio e shoppings se unem em campanha contra decreto de lockdown em Curitiba

A Associação Comercial do Paraná (ACP) enviou cartas ao governador Ratinho Junior e ao prefeito de Curitiba, Rafael Greca, com apelo contra eventual decreto de lockdown em Curitiba.

O documento foi feito nesta sexta-feira (14) e garante que "seguidos lockdowns têm levado negócios à falência e ao fechamento de milhares de vagas de trabalho sem resultados efetivos no controle da pandemia". O posicionamento é compartilhado pelo Sindicato dos Lojistas do Comércio Estabelecidos em Shoppings Centers (SindiShopping), que afirma que os estabelecimentos estão cumprindo todas as determinações das autoridades de saúde.

Na carta, a ACP cita declarações da secretária Márcia Huçulak e do governador Ratinho Junior ao fazer o apelo. "Tomamos a liberdade de informar que os empresários do comércio da capital sentem-se mais uma vez ameaçados e inseguros quanto à sobrevivência de seus negócios", diz trecho.

Na bandeira laranja, os comércios funcionam em horários diferenciados, mas eventual decreto de bandeira vermelha pode restringir o funcionamento apenas para serviços essenciais.

Para a presidente do SindiShopping, Carolina Assis da Silva, é injusto que apenas o comércio pague pelas aglomerações pela cidade. "Não é justo que pessoas sérias paguem por causa de quem está fazendo festa, contaminação voluntária. É um apelo não só para o governo, mas para a população, que se cuide, use máscara", disse.

Carolina cita a dificuldade para negociar alugueis ao defender que os estabelecimentos sigam abertos. Segundo ela, um novo fechamento pode trazer prejuízos graves para toda a cidade. "É necessário repensar o que está causando a pandemia e o que o fechamento pode gerar. Tem loja fechando, tem demissões, então é preciso diagnosticar o que causa a transmissão", comentou.

Tanto a ACP, quanto os shoppings, pedem um diálogo mais próximo com a administração, até mesmo para estipular horários diferenciados de funcionamento.

Bandeira Laranja

Na atual bandeira laranja de Curitiba, comércio de rua e shoppings são proibidos de abrir aos domingos. Durante a semana, o funcionamento dos serviços não essenciais de rua está liberado das 9h às 19h. Já os shopping centers podem funcionar das 10h às 21h, de segunda à sábado.
 

com informações da Catve e Banda B

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!