Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Conmebol agradece Bolsonaro por ‘eficiência’ e promete Copa América segura

A Conmebol ratificou na noite desta terça-feira que Brasília, Cuiabá, Goiânia e Rio de Janeiro serão as cidades que vão receber as partidas da Copa América no Brasil. Horas depois de o governo confirmar a realização do torneio no País, o presidente da entidade que comanda o futebol na América do Sul, Alejandro Domínguez, agradeceu o presidente Jair Bolsonaro pela “eficiência na tomada de decisões”, garantiu que o torneio será disputado sob um rígido protocolo sanitário e prometeu divulgar em breve a tabela completa da competição.

 
“Em nome do futebol sul-americano, quero agradecer ao presidente Jair Bolsonaro pela eficiência na tomada de decisões e ao ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, pela parte operacional em relação à competição”, disse Domínguez em vídeo divulgado pela Conmebol nas redes sociais. “Por fim, uma saudação aos governos locais de cada um dos Estados por acolherem a Copa América 2021”, acrescentou o dirigente. 


 
Na segunda, logo após o anúncio de que o Brasil seria sede do torneio, o paraguaio já havia dito que o Brasil tinha oferecido garantias para a disputa da competição e havia elogiado o governo brasileiro pela “agilidade e capacidade de decisão em um momento fundamental para o futebol sul-americano”, além de ter dito que o Brasil “vive um momento de estabilidade.”

 
Nesta tarde, o ministro da Casa Civil, Luiz Ramos, depois de algumas incertezas e de ter dito que não havia “nada certo” quanto à realização da Copa América no Brasil, endossou o que havia dito o presidente, confirmou a competição no País e celebrou a “vitória da coerência”.

O presidente da Conmebol assegurou que as partidas no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Rio de Janeiro vão ocorrer “com toda a segurança possível, sem a presença do público, com protocolos sanitários rígidos e alinhados com as autoridades de saúde”. Falta, agora, a definição da tabela ajustada com datas, horários e os estádios que vão abrigar os duelos.

“Estamos trabalhando para, o mais breve possível, poder anunciar a tabela da competição ajustada e os estádios em que serão realizadas as partidas”, ressaltou Domínguez. A data original de início do campeonato é 13 de junho.

 
A estreia da seleção brasileira está prevista para o dia 14 de junho, contra a Venezuela. O time de Tite integra o Grupo B, que também tem Peru, Equador e Colômbia. O Grupo A conta com Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai. A Conmebol não deve mudar o formato e as datas das partidas.

A transferência do evento para o País foi anunciada após Colômbia e Argentina desistirem de receber o torneio por conta de protestos populares e o agravamento da pandemia, respectivamente. O Brasil foi escolhido com o argumento de possuir estádios em boas condições de uso, apesar de alguns estarem ociosos após a Copa do Mundo de 2014.

O anúncio gerou críticas por acontecer em meio à pandemia de covid-19. Na segunda, governadores passaram a rejeitar a possibilidade de receber jogos do torneio em seus Estados. Rio Grande do Sul, Pernambuco e Rio Grande do Norte já haviam alegado que não teriam condições de receber um evento desse porte neste momento. Nas redes sociais, o evento ganhou apelidos como “Corona Cup” e “Cepa América”, além de memes críticos à competição.

 
A Argentina abriu mão do torneio depois de a Conmebol não aceitar as exigências feitas pelas autoridades sanitárias, que inclusive eram muito parecidas com as feitas pelo Brasil. Entre as reivindicações do governo argentino estava a redução do número de integrantes das delegações.

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!