Convocada à Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica, Fernanda Heinemann viaja amanhã para Aracaju

A ginasta de Pato Bragado, Fernanda Francieli Lenz Heinemann, 13 anos, viaja amanhã (13) para Aracaju (SE), onde vai intensificar os treinamentos ao lado das demais atletas para participar do Campeonato Panamericano Juvenil de Ginástica Rítmica a ser realizado em Junho, na Guatemala. Filha de Renato Lenz e Micheli Heinemann, Fernanda foi convocada para integrar a Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica. Ela competirá pela Associação de Ginástica Toledana (Agito), na modalidade conjunto.

O que iniciou como uma brincadeira, por intermédio de aulas de circo no Projeto Piá Luz do Futuro em Pato Bragado, apresenta resultados fantásticos, fruto de muito esforço, dedicação, coragem e, principalmente, uma fé inabalável.

VOCAÇÃO
Em 2015, na época com oito anos, Fernanda iniciou os treinamentos em Marechal Cândido Rondon. Nesse ano participou da sua primeira competição em Cascavel e já conquistou a primeira medalha. “A partir desse momento, percebi que isso era muito mais que uma simples brincadeira, era minha vocação, então fiz um teste seletivo e fui aprovada para ingressar, no clube de ginástica da Sadia e atualmente estou na Agito”, lembra. 

ROTINA INTENSA
E tudo foi ficando muito mais intenso. “No início treinava pela manhã em Toledo e estudava à tarde em Pato Bragado. Após um período de adaptação, comecei a estudar e treinar em Toledo, saindo de casa às 5 horas e retornando às 19 horas. Mesmo assim, em razão da participação em vários campeonatos, a rotina de treinos estava cada vez mais acentuada, chegando o momento em que comecei a ficar durante a semana em Toledo para melhorar as condições de treinamento, conciliar os estudos e não ter tanto desgaste com deslocamentos diários de uma cidade para outra”, revela.
Ela confessa que não foi fácil ficar longe de casa, dos pais e familiares, mas a força e apoio que recebia, junto com a vontade de crescer neste esporte, a fez superar tudo isso.


A ginasta afirma que tem plena convicção que tudo valeu e está valendo a pena. “Todos os momentos como criança, com medos, algumas crises emocionais, ansiedade, fui superando e buscando alcançar meus objetivos, dentro de um esporte que para alguns não é muito valorizado, mas que para nós, ginastas, é acima de tudo algo que nos prepara para a vida, por intermédio de disciplina, determinação e amor ao que fazemos”, orgulha-se. 

RECADO
A jovem transmite um recado às crianças que pretendem iniciar nesse esporte para que acreditem sempre e da mesma forma aos pais, familiares, amigos e poder público para que incentivem, “pois além de futuros atletas, estarão auxiliando na construção de pessoas de caráter, que serão o futuro de um país, e exemplo a ser seguido pelas próximas gerações”, garante. 
Fernanda agradece a Deus por mantê-la forte, aos pais que tanto sonharam e acreditaram que seria possível, como também as técnicas e colegas, familiares e todas as pessoas que de alguma forma a incentivaram. “Muito obrigado de coração e espero alcançar o topo nesse esporte, pois o céu é o limite”, conclui. 

CONQUISTAS
2016 
Campeonato Paranaense de Ginástica Rítmica (GR)
Medalha de prata no aparelho corda
Medalha de prata por equipe
Vice-campeã por equipe no Campeonato Brasileiro de GR, em Florianópolis

2017 
Campeonato Brasileiro de GR em Manaus
3º lugar por equipe

2018
Jogos Escolares do Paraná 
1º lugar por equipe
Campeonato Paranaense de GR, em Londrina
3º lugar individual geral
3º lugar aparelho corda
2º lugar aparelho maças
1º lugar por equipe

Campeonato Brasileiro em Curitiba
3º lugar por equipe

Jogos da Juventude do Paraná 
1º lugar no aparelho maças, representando Pato Bragado 

Campeonato Brasileiro de GR/Conjunto em Aracaju (SE)
3º lugar geral
1º lugar aparelho maças

2019 
Curso de uma semana no Chile
Campeonato Brasileiro no Rio de Janeiro (RJ)
1º lugar aparelho arco
1º lugar por equipe

Campeonato Paranaense em Londrina
3º lugar nos aparelhos, arco, fita e maças
5º lugar individual geral
1º lugar por equipe

Sul Americano de GR por equipe em Lima, no Peru
1º lugar no aparelho arco
1º lugar no aparelho dita
1º lugar geral por equipe
Total: de 60 medalhas e 1 troféu até o momento.

 

Fotos



Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!