Corinthians ouve ‘não’ de Renato Gaúcho e terá de buscar plano B no mercado

O desfecho da negociação com Renato Gaúcho não foi positivo para o Corinthians. Depois de três dias analisando a proposta, o treinador decidiu recusar o projeto do clube paulista, que seguirá no mercado em busca de um novo profissional para substituir Vagner Mancini, demitido após a eliminação para o Palmeiras no Campeonato Paulista.

Logo depois de golear o Sport Huancayo por 5 a 0 pela Sul-Americana, o Corinthians afirmou em comunicado na noite desta quinta-feira que “depois de três dias de conversas francas” o clube e o técnico “decidiram encerrar cordialmente as negociações”. 



 
 
Embora havia deixado claro que não tinha condições de fazer grandes investimento neste momento, o Corinthians confiava no acerto com Renato Gaúcho. O clube apresentou um projeto para o técnico, baseado na responsabilidade financeira e na valorização das categorias de base. O treinador analisou as condições, conversou com a família e disse “não”.

Desempregado desde o mês passado, quando deixou o Grêmio, Renato curtiu praia no Rio de Janeiro nesta quinta e manteve as conversas com os dirigentes alvinegros e com o seu empresário, Gerson Oldenburg, o “Gauchinho”. Havia expectativa de que ele desse a resposta na sexta, mas preferiu fazê-lo antes disso.

 
Renato Gaúcho era o primeiro nome da diretoria e também um consenso da direção. Não havia plano B. Os dirigentes agora vão buscar outros nomes. Entre as outras opções estão Antonio Carlos Zago, Sylvinho, Dorival Junior e Lisca.

O Corinthians estreia no Campeonato Brasileiro dia 30, domingo, contra o Atlético-GO, na Neo Química Arena. O clube quer encontrar um comandante antes de seu primeiro compromisso pela competição nacional. O time já está eliminado da Sul-Americana.

Já Renato seguirá descansando no Rio de Janeiro. Ele havia dito anteriormente que já tinha recusado propostas de outras equipes, como Santos e Atlético Mineiro. Também chegou a ser consultado por times de Cingapura e Dubai.

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!