Corinthians vence o Santos na Vila Belmiro e garante vaga no mata-mata do Paulistão

Os garotos da base do Corinthians garantiram a vitória do time no domingo (25), por 2 a 0 sobre o Santos, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Nomes como Raul, Roni e Lucas Piton foram fundamentais para a equipe compensar a instabilidade vivida nos últimos dias com a confirmação da vaga antecipada nas quartas de final do torneio. Por outro lado, o time perdedor vê a crise aumentar e acumula três derrotas seguidas.

O Corinthians jogou de maneira organizada e eficiente para construir o resultado e quebrar um tabu. Eram sete anos sem bater o rival na Vila Belmiro. O resultado garantiu a classificação antecipada ao mata-mata. Já o Santos fica em situação complicada, se mantém em segundo lugar do grupo e pode perder a posição caso o Guarani derrote o Santo André nesta segunda-feira. 


 
Recheados de reservas, Santos e Corinthians foram a campo preocupados com os jogos no meio de semana pela Copa Libertadores e Copa Sul-Americana, respectivamente. O confronto entre garotos da base reunia times pressionados pelos resultados ruins recentes. Para o Corinthians, existia ainda a pressão de um protesto recente da torcida contra o mau desempenho do time. No Santos, o clássico era o primeiro compromisso depois de vender Soteldo ao Toronto, do Canadá.

Apesar de jogar em casa e com um esquema de três zagueiros, o Santos começou o jogo mal no ataque e na defesa. O Corinthians tinha muito mais mobilidade no meio-campo e conseguia chegar com velocidade para criar as oportunidades. Gabriel, Ramiro e Roni ajudavam o ataque a todo momento e faziam o time encurralar o Santos. Por isso, o gol virou questão de tempo.

Aos 28 minutos, o zagueiro corintiano Raul aproveitou a sobra depois de um escanteio e abriu o placar. Resultado justo. Desarrumado, o Santos viu a situação piorar no fim do primeiro tempo. Wellington fez falta, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Para completar, Lucas Piton cobrou falta com perfeição e aumentou. O primeiro tempo acabou com a vitória justa do time visitante por 2 a 0, sem sustos.

O Santos teria um trabalho complicado no segundo tempo. Fora a desvantagem no placar e a expulsão, a equipe já tinha feito uma alteração no primeiro tempo porque Bruno Marques se machucou. Ainda assim, o time começou a ameaçar o Corinthians e quase diminuiu com Kevin Malthus, aos 14 minutos. Mas a noite era de dificuldades. Logo depois a equipe perdeu Sandro por lesão e teve de fazer outra substituição.

Para quem tinha perdido as duas últimas partidas na temporada, a equipe da casa teve uma noite ainda pior pela combinação entre o azar das lesões e a falta de uma boa atuação. Ao Corinthians, restou administrar a vantagem no segundo tempo e dar uma rodagem aos outros reservas que entraram na etapa final. Uma vitória tranquila e simbólica para quem viveu nos últimos dias momentos de muita pressão.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 0 x 2 CORINTHIANS

SANTOS – Vladimir; Luiz Felipe, Robson e Wellington; Sandro (Lucas Barbosa), Guilherme Nunes (Lucas Venuto), Kevin Malthus, Lucas Lourenço (Jhonnathan) e Copete; Kaio Jorge e Bruno Marques (Renyer). Técnico: Ariel Holan.

CORINTHIANS – Cássio; João Victor, Jemerson, Raul (Léo Santos) e Lucas Piton; Gabriel (Cantillo), Ramiro e Roni (Rodrigo Varanda); Gabriel Pereira (Vitinho), Gustavo Mosquito (Adson) e Cauê. Técnico: Vágner Mancini.

GOLS – Raul, aos 38, e Lucas Piton, aos 44 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO – Gabriel (Corinthians).

CARTÃO VERMELHO – Wellington (Santos).

ÁRBITRO – Salim Fende Chaves.

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!