Marcio Cerny/Marechal News

Corpo de haitiana morta a facadas com requintes de crueldade será sepultada amanhã cedo em Marechal Rondon

Por volta das 2h10 da madrugada da última terça-feira (11), uma Equipe Policial foi  acionada  via Copom para comparecer em uma residência na Rua Rua Florianópolis no bairro alvorada em Marechal Cândido Rondon, onde segundo informações estaria ocorrendo vias de fato envolvendo haitianos.

No endereço,  foi abordado a pessoa e perguntado sobre os fatos este relatou que estariam apenas conversando e que estava tudo bem, na sequência enquanto a equipe coletava maiores dados para confecção do bo, foi repassado pela central que uma vtr do SAMU havia pedido apoio para um atendimento no mesmo local.

Após alguns minutos chegou no local uma equipe do SAMU,  Viatura  composta pelo condutor e pela enfermeira, e estes nos relataram que foram acionados para prestar atendimento a pessoa com hemorragia.

Novamente em contato com o solicitante e indagado sobre tais fatos foi autorizado  a entrada na residência,  sendo que em um cômodo da casa foi avistado um corpo feminino de uma mulher identificada como sendo Itania fleurant de 28 anos, bastante ensanguentado caído no chão já aparentemente sem vida, que pelos vestígios aparentava ter ocorrido há algumas horas,  devido ao sangue já estar coagulado e os ferimentos aparentam ser causados por facada.

Diante os fatos,  foi acionado a Polícia Civil onde compareceu no local,  o investigador e na sequência acionado IML de Toledo,  para realizar a remoção do corpo.

Ato contínuo foi identificada a vítima sendo a senhora, de nacionalidade haitiana, Itania fleurant de 28 anos e segundo o sr ela estaria tendo problemas com seu ex marido, o qual não se sabe o paradeiro.

Relata ainda que eles residem em seis pessoas e na parte da tarde teria tido último contato com a vítima.

Solicitante foi orientado quanto aos procedimentos cabíveis, ficando o mesmo a disposição do investigador de Polícia Civil de Marechal Rondon.

A Equipe do Site Marechal News compareceu ontem pela madrugada ao local do crime e segundo apurou no  local,  a mulher foi morta com várias facadas com requintes de crueldade.

A Policia Civil através do Delegado Dr. Rodrigo Baptista está investigando o caso de feminicídio e está a procura do investigado deste crime que seria morador do Bairro Primavera.

A qualquer momento mais informações deste caso.

A Embaixada Solidária de Toledo emite nota de repúdio por morte de haitiana.

Confira abaixo a nota:


"A Embaixada Solidária de Toledo manifesta seu profundo pesar pela morte de uma jovem de origem haitiana na cidade de Marechal Cândido Rondon. O principal suspeito da morte é o ex-marido da vítima que foi encontrada morta pelos amigos quando retornaram do trabalha na madrugada de terça-feira (11). Morta com requintes de crueldade, a jovem trabalhava em um frigorifico da região e buscava um recomeço para sua vida no Brasil. O suspeito não aceitava o fim do relacionamento além de supostamente dever um grande valor para a vítima. Casos que infelizmente compõem a realidade e a rotina das mulheres na condição de migração. A Embaixada Solidária tem feito diversos alertas com a relação à violência de gênero e a fragilidade das mulheres estrangeiras que vivem em Toledo e na região. O alerta não é apenas com relação aos abusos físicos, mas psicológicos, financeiro e outros. Em março lançamos em conjunto com a Secretaria da Mulher de Toledo a campanha "Violência não é Cultura" que estará vigente durante todo o ano. Muitas vezes invisível e negligenciada, a violência contra a mulher estrangeira é ainda mais grave quando não denunciada, pois os agressores seguem soltos e infringindo o direito de outras mulheres. Essa nota reafirma a preocupação e o alerta para toda a sociedade. A Embaixada Solidária defende punição exemplar aos agressores sejam eles de qualquer etnia ou país. Entendemos que a cultura do machismo precisa ser vencida todas às mulheres possam atravessar o mundo sem medo e viver em qualquer nação. Manifestamos profundo pesar para com a família, amigos e em especial para com a comunidade haitiana que vive na Região Oeste do Paraná. Confiamos na Justiça e lutamos para que situações como esta possam ser amplamente evitadas. Embaixada Solidária - Toledo/PR".

 

O corpo da haitiana pemaneceu até hoje no IML de Toledo, onde agora nesta tarde de quinta-feira (13),  foi levada até a  funerária em Toledo,  amanhã as 8 horas, será levada até o cemitério Municipal em Marechal Cândido Rondon, para ser feito uma simples despedida e logo após o seu sepultamento.

Até o fechamento desta matéria, o suspeito desta autoria não havia sido preso, mas tudo indica que a haitiana foi morta com mais de sete facadas.

 

Marechal News

Fotos



Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!