Cruzeiro leva dois gols em quatro minutos e perde de virada para o América-MG

Com gols de Alê e Ademir em um intervalo de quatro minutos, o América-MG virou para cima do Cruzeiro por 2 a 1, em pleno estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, e aumentou a vantagem, no domingo (02), nas semifinais do Campeonato Mineiro. O atacante Rafael Sóbis havia aberto o marcador para o time celeste.

 
Na volta, no próximo domingo, às 16 horas, no estádio Independência, também na capital mineira, o América-MG, por ter melhor campanha, poderá até perder por um gol de diferença. Já o time do técnico Felipe Conceição terá que vencer por dois ou mais gols de diferença. Essa foi a quarta derrota do treinador pelo Cruzeiro. Ele ainda tem sete vitórias e três empates em 14 jogos.



Além da virada em quatro minutos, o duelo teve como atração a presença do VAR. E o árbitro de vídeo trabalhou. Rafael Sóbis balançou as redes aos 37 minutos do primeiro tempo, mas só pôde festejar o gol aos 40. O VAR levou todo esse tempo para arrumar o erro do árbitro Marco Aurélio Ferreira, que havia anulado o gol por impedimento do ataque cruzeirense.

 
Não foi só no gol de Rafael Sóbis que o VAR deu o ar da graça. Aos 13 minutos do segundo tempo, Airton aumentou o marcador, mas a arbitragem deu impedimento de Matheus Barbosa na origem da jogada. A partida teve lances para os dois lados.

Antes do VAR entrar em ação, Felipe Azevedo deu uma “chicotada” na bola e obrigou o goleiro Fábio a fazer boa defesa aos 22 minutos. Aos 31, Rafael Sóbis bateu, a bola desviou e quase enganou o arqueiro Matheus Cavichioli, que por pouco não caiu com a bola dentro do gol.

No segundo tempo, aos 8 minutos, Rodolfo recebeu de Felipe Azevedo e encheu o pé. A bola acertou o travessão de Fábio. O Cruzeiro também arriscou em uma “pedrada” de Airton, mas o goleiro do América fez grande defesa.

 
Aos 40 minutos, o América-MG empatou com Alê. Ele aproveitou o escanteio batido por Leandro Carvalho e tocou por cima de Fábio. Quatro minutos mais tarde, virou com Alê. Leandro Carvalho lançou por meio da zaga e Ademir esticou a perna para desviar e “matar” Fábio.

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!