Delegacia de homicídios cumpre mandado de prisão de suspeito pela morte de Ramiciely

Na manhã desta quarta-feira (02), investigadores da Delegacia de Homicídios deram fiel cumprimento ao mandado de prisão preventiva em desfavor de homem, 28 anos de idade, no bairro Morumbi, pela prática do crime de latrocínio. 

Trata-se da morte da funcionária pública municipal Ramiciely Carlessi Jacinto, 43 anos de idade, ocorrido em 05 de fevereiro de 2020, no bairro Conjunto Libra, ocasião em que o corpo da vítima foi localizado em um córrego do rio Canal. 

Um caso bastante complexo desde o início. Todavia, após oitiva de diversas testemunhas, realizações de perícias e análise do laudo de exame de necrópsia, a polícia civil concluiu que a vítima teria sido agredida inicialmente no interior do veículo Chevrolet/Onix e posteriormente levada até o local onde o corpo foi localizado, ocorrendo afogamento da vítima por ato direto do suspeito. 

A Delegacia de Homicídios concluiu que a vítima foi abordada pelo suspeito durante a madrugada, onde ocorreu o roubo e para consumação do crime o mesmo ceifou a vida de Ramiciely, vindo, logo em seguida, a circular pela cidade com o veículo da vítima. 

Ao ser ouvido, o suspeito afirmou que adquiriu o veículo de uma terceira pessoa, quando transitava na frente de um bar, que estava aberto, ainda na madrugada do dia 05/02, momento em que este indivíduo lhe ofertou o veículo, e o suspeito, de imediato, pagou a quantia de cerca de três mil reais, pelo carro, alegando que estava com o valor ali, em espécie. Todavia, quando questionado, não soube levar a polícia até a identificação desse indivíduo. 

Mesmo diante dessa negativa e não colaboração do investigado, a polícia diligenciou visando verificar se esse terceiro indivíduo existia, mas nenhuma testemunha confirmou a existência desse homem no local, muito menos confirmaram ter presenciado alguma venda de veículo. 

Embora o suspeito negue a prática do delito, uma testemunha alega que o mesmo teria lhe confessado o crime. 
O homem segue preso na carceragem provisória da 6ª SDP, à disposição da justiça, devendo responder pelo crime de latrocínio consumado, cuja pena varia de 20 a 30 anos de reclusão.

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!