Dylan Borrero sai do banco e dá a vitória ao Atlético no clássico mineiro

O colombiano Dylan Borrero saiu do banco para decidir o clássico mineiro de sábado (10), à noite diante do América. Foi dele o gol da vitória do Atlético por 1 a 0 sobre o América, no clássico disputado na Arena Independência, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

 
O jogador entrou aos 22 minutos do segundo tempo em campo no lugar de Hyoran no mesmo momento que Hulk entrou na vaga de Igor Rabello. Hulk foi quem começou a jogada do gol de Dylan Borrero, completando a dobradinha que saiu do banco para conquistar o gol da vitória. 


 
Com o resultado, o Atlético chegou na terceira colocação, com 22 pontos, três a menos do que o líder Palmeiras. É quarta vitória seguida do Atlético no Brasileirão. O América tem nove e está na 15ª posição e completa agora cinco anos sem vencer o Atlético. No período, foram 17 jogos disputados, com 12 derrotas e cinco empates.

Na próxima rodada, no sábado (17), o Atlético-MG encara o Corinthians, em São Paulo, às 19h. Antes, na terça-feira, o Atlético entra em campo pela primeira partida da fase de oitavas de final da Copa Libertadores diante do Boca Juniors, no estádio La Bambonera. O América entra em campo somente na segunda-feira (19) contra o Sport, novamente no Independência.

 

 
Aproveitando o lado direito do Atlético-MG, o América foi melhor no primeiro tempo e pressionou o adversário criando as principais chances. Chegou a abrir o marcador aos 18 minutos com Carlos Alberto, mas arbitragem assinalou impedimento.

O Atlético chegou no ataque apenas duas vezes no primeiro tempo e parou no goleiro Matheus Cavichioli e na trave. Na primeira quase o zagueiro Zé Vítor fez contra e o goleiro salvou. Na segunda, Eduardo Sasha chutou, o goleiro defendeu e no rebote Alonso mandou no travessão.

O Atlético voltou mais organizado taticamente no segundo tempo e equilibrou as ações na partida. Com 17 minutos do segundo tempo, Cuca mandou a campo Hulk e o colombiano Dylan Borrero nos lugares de Igor Rabello e Hyoran, mudando o sistema de jogo do Atlético e colocando o time pressionando mais o América.

 

 
E foi justamente os dois jogadores mudaram o panorama da partida e abriram o marcador para o Atlético aos 22 minutos. Hulk lançou Savarino que tocou para Dylan Borrero, sozinho, empurrar para o gol. Depois disso, Cuca não hesitou ao pedir pra seu time fechar a casinha e segurar a vitória.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 0 X 1 ATLÉTICO-MG

AMÉRICA-MG – Matheus Cavichioli; Zé Vitor (Anderson Jesus), Eduardo Bauermann e Ricardo Silva; Eduardo, Juninho Valoura, Juninho, Bruno Nazário (Felipe Azevedo) e Alan Ruschel (João Paulo); Ribamar (Rodolfo)(Fabrício Daniel) e Carlos Alberto. Técnico: Vagner Mancini.

PUBLICIDADE

 
Atlético-MG – Everson; Guga, Junior Alonso, Igor Rabello (Hulk) e Nathan Silva; Tchê Tchê, Jair, Zaracho (Neto) e Hyoran (Borrero); Eduardo Sasha (Calebe) e Savarino (Filipe Felício). Técnico: Cuca.

GOL – Dylan Borrero aos 22 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Anderson Daronco (RS).

CARTÕES AMARELOS – Bruno Nazário (AMÉRICA-MG). Igor Rabello(ATLÉTICO-MG).

LOCAL – Arena Independência, em Belo Horizonte (MG).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!