Em Itu, São Paulo vence seu sétimo jogo consecutivo e se classifica no Paulistão

Com oito jogadores entre os 11 titulares formados nas categorias de base, o São Paulo venceu o Ituano por 3 a 0, no domingo (25), em Itu (SP), e chegou à sua sétima vitória consecutiva na temporada – seis jogos pelo Campeonato Paulista e um pela Copa Libertadores. Além disso, o time chegou aos 25 pontos, tem a melhor campanha do torneio e garantiu a classificação para as quartas de final por antecipação. Com os garotos de Cotia em campo, o técnico argentino Hernán Crespo deu um descanso aos titulares e ganhou novas opções para a sequência dos campeonatos que a equipe disputa.

Crespo começa o seu trabalho na equipe do Morumbi com um aproveitamento ótimo. Até agora, o argentino só viu o time ser derrotado uma única vez, para o Novorizontino, pelo Paulistão. Neste domingo, o São Paulo começou o jogo com muita tranquilidade e no primeiro lance de perigo, o time teve um pênalti muito bem marcado pelo árbitro Raphael Claus. Aos oito minutos, Galeano partiu em velocidade pela esquerda e quando chegava à linha de fundo, dentro da área, foi empurrado por Suéliton. Rodrigo Freitas bateu rasteiro, no canto esquerdo, e abriu o placar. 


 
 
O Ituano, que faz uma campanha ruim no Paulistão, tentava chegar com cruzamentos na área, mas o jovem goleiro Lucas Perri, bem posicionado, se saía melhor do que os atacantes. Aos 22 minutos, o São Paulo chegou e mais uma vez foi cirúrgico. Welington cruzou da esquerda, a bola cruzou toda a área e chegou em Igor Vinícius. Livre, ele esperou o goleiro Pegorari sair e bateu firme, no alto, marcando o segundo gol da equipe do Morumbi.

Depois, até o final do primeiro tempo, as duas equipes buscaram alternativas para tentar chegar ao gol. O Ituano passou a trabalhar mais as jogadas, mas o time era bem desorganizado na hora de atacar.

No segundo tempo, o panorama da partida não mudou e o São Paulo continuou soberano em campo. Para piorar as coisas para o Ituano, aos nove minutos Jeferson pisou no tornozelo de Léo e recebeu cartão amarelo. Mas o VAR chamou Raphael Claus e após rever a jogada, o árbitro expulsou o atleta do time do interior.

Aos 20 minutos, o São Paulo comemorou o terceiro gol, em linda jogada de Igor Vinícius, que deixou Galeano na cara do gol para finalizar, mas o lance foi anulado após a revisão do VAR. Mas, aos 29, o jovem atleta paraguaio fez o terceiro gol e desta vez foi para valer. Igor Gomes recebeu lançamento e ajeitou para Galeano, que entrou na área, quase se enrolou, mas dominou e tocou para o fundo do gol.

O Ituano teve mais um jogador expulso aos 31 minutos. Gabriel Taliari entrou com a sola da chuteira na dividida com Diego Costa e recebeu o vermelho. Com dois a menos, o time de Itu tentou se fechar na tentativa de evitar levar uma goleada.

Crespo fez várias alterações e o ritmo do jogo diminuiu. O São Paulo trocou passes e fez o tempo passar até o término da partida. No fim, Vitor Bueno ainda perdeu a chance do quarto gol. Com o resultado, o time do Morumbi chegou aos 25 pontos e se garantiu nas quartas de final do Paulistão.

FICHA TÉCNICA

ITUANO 0 x 3 SÃO PAULO

ITUANO – Pegorari; Pacheco, Léo Santos, Sueliton e Mario Sérgio; Bruno Lima (Gabriel Tárik), Jeferson, Fillipe Soutto (Fernando Medeiros) e André Castro (Gabriel Taliari); Iago (Kadu Barone) e Bruno Lopes (Victor Rangel). Técnico: Vinicius Bergantin.

SÃO PAULO – Lucas Perri; Diego Costa, Rodrigo e Léo; Igor Vinícius, Luan (Hernanes), Liziero (Igor Gomes), Talles (Vitinho) e Welington; Benítez (Rodrigo Nestor) e Galeano (Vitor Bueno). Técnico: Hernán Crespo.

GOLS – Rodrigo Freitas, aos 8, e Igor Vinícius, aos 22 minutos do primeiro tempo; Galeano, aos 29 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Bruno Lima e Pacheco (Ituano); Léo e Welington (São Paulo).

CARTÕES VERMELHOS – Jeferson e Gabriel Taliari (Ituano).

ÁRBITRO – Raphael Claus (Fifa).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio Novelli Junior, em Itu (SP).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!