Em jogo maluco, Grêmio vence Ypiranga na estreia de Tiago Nunes

Em jogo maluco, de altos e baixos para ambos os times, o Grêmio derrotou o Ypiranga por 3 a 2, na noite de sábado (24), no estádio Olímpico Colosso da Lagoa, em Erechim, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Gaúcho. A partida marcou a estreia do técnico Tiago Nunes.

Decisivo para a sequência do campeonato, o duelo contou com “apagões” dos dois lados e gols em série, surpreendendo os torcedores. No primeiro tempo, o Grêmio marcou seus três gols num intervalo de apenas cinco minutos. E, na etapa final, o Ypiranga quase repetiu a dose, com dois gols em dois minutos. 


 
 
O resultado garantiu o Grêmio na primeira colocação geral, com vantagem de decidir em casa seu confronto da semifinal contra o Caxias. A outra semifinal terá Internacional, com vantagem por ter ficado em segundo lugar, diante do Juventude, o terceiro colocado. Já o Ypiranga se despediu da competição por ter terminado a primeira fase na quinta colocação. Durante o jogo deste sábado, em razão de resultados de outros jogos, o time chegou a entrar na zona de classificação por alguns minutos.

O jogo disputado em Erechim foi marcado por lances improváveis e situações inesperadas ao longo dos 90 minutos. O primeiro tempo, apesar dos três gols gremistas, foi controlado pelo Ypiranga, que dominou a posse de bola e criou boas chances de gols, porém sem sucesso nas finalizações.

O Grêmio, já com Tiago Nunes no banco de reservas, foi muito mais efetivo, principalmente diante do apagão do rival. A forte sequência gremista começou aos 22, quando Matheus Henrique sofreu falta dentro da área. Diego Souza bateu forte no centro do gol e abriu o placar.

Três minutos depois, o goleiro Paulo Gianezini tentou sair jogando, foi desarmado dentro da área e a bola sobrou para Léo Pereira, que bateu para o gol vazio: 2 a 0. Mais três minutos, e Ferreira iniciou jogada perigosa pela esquerda. A bola acabou sobrando para Vanderson na direita. O lateral dominou bonito e finalizou cruzado, no canto direito do goleiro do Ypiranga.

Com a boa vantagem de 3 a 0, parecia que o Grêmio iria ampliar o placar no segundo tempo. Mas o Ypiranga não deixou e iniciou rápida reação. Logo aos 5, em jogada ensaiada, Fidélis bateu falta rasteiro para Zé Mário, que apareceu na entrada da área totalmente sem marcação, e bateu rasteiro no canto direito do goleiro Brenno

Dois minutos depois, também livre de marcadores, Mossoró dominou no bico da área e teve tempo de ajeitar a bola antes de bater colocado, novamente no canto direito de Brenno. Em forte ritmo, o Ypiranga parecia prestes a empatar o duelo, mantendo as esperanças de classificação.

Mas, aos poucos, o ritmo do jogo foi caindo. E, aos 40, Mikael foi expulso ao levar o segundo cartão amarelo, deixando o time da casa em desvantagem numérica. O Grêmio administrou a vantagem e confirmou vantagem para as semifinais.

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!