Em noite histórica, River vence Santa Fe sem reservas e com goleiro improvisado

Poucos acreditavam em um desfecho como esse. Desfalcado, sem reservas e tendo de improvisar um jogador de linha no gol, o River Plate fez história na quarta-feira (19), pela Copa Libertadores e conquistou vitória por 2 a 1 sobre o Independiente Santa Fe, no estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires. O resultado não classifica a equipe argentina, mas garante novo fôlego para chegar às oitavas de final.

 
Ao todo, o River Plate perdeu 20 jogadores infectados com a covid-19 e não pôde contar com nenhum goleiro. A equipe tentou, junto à Conmebol, inscrever novos atletas, mas não obteve sucesso. Para a partida, apenas 11 jogadores estavam disponíveis, e Marcelo Gallardo não contava com nenhum atleta no banco de reservas. O Independiente Santa Fe, por sua vez, estava completo e apostava todas as suas fichas em um resultado positivo na partida desta quarta-feira para reacender a possibilidade de se classificar às oitavas de final da Copa Libertadores. 


 
Com o meio-campista Enzo Pérez escalado na meta – o jogador ainda está em recuperação de uma distenção muscular, mas se colocou à disposição para completar um time – o River Plate parecia fadado a fazer um jogo com sofrimento até o último minuto. Mas logo no início do jogo o panorama mudou radicalmente. O time argentino começou no ataque e marcou duas vezes nos cinco primeiros minutos.

 
Fontana recebeu sozinho na grande área, parou no goleiro Castellanos, mas no rebote Angilieri inaugurou o marcador aos dois minutos. Aos cinco, veio o segundo gol. Após ligação direta, Julián Álvarez dominou e bateu bonito para balançar a rede do Independiente Santa Fe.

A equipe de Marcelo Gallardo seguiu no ataque e não levava nenhum susto. O time colombiano não soube se aproveitar da ausência de um goleiro na meta do River e não conseguia finalizar. Aos 25 minutos, o primeiro chute. O zagueiro Palacios tentou do meio da rua, e Enzo Pérez fez a defesa. Com 2 a 0 no placar, o River passou a administrar a vantagem ainda na etapa inicial e diminuiu o ritmo do jogo.

Se de um lado o goleiro pouco trabalho, no outro a situação foi inversa. Aos 38, Castellanos precisou fazer duas grandes defesas em sequência para salvar o Santa Fe de levar o terceiro gol. Logo depois, nova chegada do River, mas a zaga conseguiu afastar. No segundo tempo, o panorama não sofreu muitas alterações. O Santa Fe demorou para conseguir sua primeira chance, novamente desperdiçada. As finalizações do time colombiano seguiram escassas, apesar do maior controle ofensivo.

 
Sem reservas, o River Plate escolheu preservar seus atletas e diminuiu a intensidade do jogo. E o Santa Fe finalmente chegou ao gol. Aos 27 minutos do segundo tempo, o volante Osorio descontou, após tabela com Arias. No restante da etapa final, o Independiente Santa Fe pouco criou. A partida terminou com vitória do River por 2 a 1, e Enzo Pérez, o goleiro improvisado, eleito como o melhor em campo pela Conmebol.

Com o resultado, os comandados de Marcelo Gallardo assumem a ponta do Grupo D, com nove pontos. O Fluminense vem em segundo, com oito. O Junior de Barranquilla tem seis pontos e ainda luta pela classificação às oitavas. Já o Santa Fe soma 2 pontos, está eliminado e fica na lanterna do grupo, sem possibilidade de conquistar vaga na Copa Sul-Americana.

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!