Estabelecimentos de Foz serão interditados caso descumpram restrição de público

A Prefeitura de Foz do Iguaçu optou por manter o funcionamento das atividades comerciais, industriais e de serviços com 30% da capacidade e o toque de recolher a partir das 23h, mesmo com o decreto estadual mais restritivo. No entanto, para garantir o cumprimento das medidas em vigor, a fiscalização será intensificada e os estabelecimentos que descumprirem serão multados e interditados por sete dias.

As vistorias, feitas pela Secretaria Municipal de Fazenda e a Vigilância Sanitária, e também nas Ações Integradas de Fiscalização Urbana (Aifu), com apoio da Guarda Municipal, polícias militar e civil, Corpo de Bombeiros e Juizados de Menores, serão intensificadas a partir desta quinta-feira (01) e durante todo o feriado de Páscoa.

Pelo decreto municipal, o horário de funcionamento dos estabelecimentos é: das 8h às 17h, na região compreendida entre a Vila Portes, Jardim Central e Vila Brasília; das 9h às 19h, na região Central, entre Vila Iolanda, Jardim América e Vila Maracanã; shopping centers das 10h às 22h; e demais regiões das 8h às 18h.

Já as atividades gastronômicas, supermercados, mercados, mercearias, postos de combustíveis, lojas de conveniência e academias de ginástica poderão funcionar das 6h às 22h, com 30% da capacidade de público. Os serviços de delivery de alimentos poderão funcionar até a meia-noite, ficando proibida a retirada no balcão após as 22h.

As multas pelo descumprimento das medidas são de R$ 916 para pessoas físicas; R$ 9160 para pessoas jurídicas; além disso, os estabelecimentos serão imediatamente interditados pelo período de uma semana.

Durante o feriado, os atrativos turísticos, meios de hospedagem e transportes turísticos poderão funcionar com até 50% de sua capacidade. Às 23h, fica estabelecido o toque de recolher - três horas mais tarde do que o decreto estadual, que determina a proibição de circulação de pessoas às 20h; salvo por motivos de força maior.

As medidas da Prefeitura levam em consideração o atual cenário epidemiológico da pandemia da covid-19 em Foz do Iguaçu e são constantemente reavaliadas pela administração municipal. Embora tenha sido registrada uma redução no número de casos - nesta quinta-feira, a Vigilância Epidemiológica confirmou 79 novos casos da doença, com um total de 537 casos ativos; o número de internamentos, a ocupação da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e as mortes pela doença seguem elevados.

com informaçaõ da Catve

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!