Flamengo joga mal, empata com Vélez, mas avança em 1º do grupo na Libertadores

Em um jogo muito ruim tecnicamente, o Flamengo foi apático, esteve pouco inspirado, cometeu erros em demasia, desta vez na armação das jogadas e no ataque, e se despediu da fase de grupos da Libertadores com um empate sem gols com o Vélez Sarsfield, da Argentina, no Maracanã. O resultado foi suficiente para garantir a equipe rubro-negra na liderança de seu grupo.

 
O Flamengo fechou a primeira fase com 12 pontos, dois a mais que o Vélez, e avançou ao mata-mata como líder do Grupo G, o que lhe permite decidir em casa nas oitavas. Estará, portanto, no pote um no sorteio da Conmebol que vai definir no dia 2 de junho os confrontos das oitavas de final da Libertadores e o chaveamento até a final. 


 
 
 
O que se viu no Maracanã foi um dos piores jogos do Flamengo na temporada. O time comandado por Rogério Ceni atuou com pouca intensidade, demorou para atacar e também para recompor. Muito pragmático, lento e estático, cometeu erros técnicos em excesso do meio para frente, algo raro na temporada. Ao menos não levou gol, algo também muito difícil de acontecer.

 
A equipe rubro-negra foi apática e sentiu falta de uma participação maior dos meio-campistas na construção das jogadas. Diego, Everton Ribeiro e, Gerson, especialmente, estiveram numa noite ruim. Eles não se aproximaram de Pedro e Gabriel, que voltaram a atuar juntos. A dupla, em muitos momento, teve que recuar para tentar armar o jogo. Os anfitriões viveram de lampejos de seus craques, como o chute na trave de Arrascaeta, a melhor e única chance de gol na primeira etapa.

O Flamengo, aliás, não só não jogou, como permitiu que o Vélez jogasse. O rival argentino não fez uma partida brilhante, mas dentro de sua proposta, foi superior. Muitas vezes conseguiu conduzir a bola até a entrada da área e chegou com muita facilidade ao ataque. Não teve, porém, competência e talento para ser mais efetivo e balançar as redes.

 
No segundo tempo, o Flamengo até apresentou melhora. Conseguiu controlar mais a partida e criar oportunidades para marcar, como o arremate de Pedro que passou próximo do gol de Hoyos, e duas cabeçadas de Gustavo Henrique para fora.

Mas o volume de jogo ainda foi bem baixo, principalmente se comparado ao que o time rubro-negro normalmente produz. Novamente a equipe sofreu com erros técnicos em demasia, e falta de criatividade, intensidade e fluidez na troca de passes.

Dessa maneira, continuou dependendo do talento de seus principais jogadores. Everton Ribeiro, um deles, fez bela jogada individual pela direita, limpou a marcação e só não marcou graças à defesa de Hoyos, que esticou os dedos para evitar o gol flamenguista. No fim, Vitinho também tentou, mas mandou para fora. Empate sem gols no duelo que pode ter sido o último de Gerson com a camisa rubro-negra. Ele recebeu uma proposta vantajosa financeiramente do Olympique de Marselha e definirá seu futuro em breve.

 
Atual campeão brasileiro, o Flamengo estreia na competição no próximo domingo, às 16h, diante do Palmeiras, no Maracanã. Na quinta, começa a sua trajetória na Copa do Brasil contra o Coritiba, no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 0 X 0 VÉLEZ SARSFIELD

FLAMENGO – Diego Alves; Isla, Gustavo Henrique (Léo Pereira), Rodrigo Caio e Filipe Luís; Diego Ribas (Vitinho), Gerson (Gomes), Éverton Ribeiro (Hugo Moura) e Arrascaeta; Pedro (Rodrigo Muniz) e Gabriel. Técnico: Rogério Ceni.

VÉLEZ SARSFIELD – Hoyos; Guidara, De los Santos, Gianetti e Ortega; Cáseres, Mancuello (Poblete), Bouzat; Almada (Tarragona), Janson (Centurión) e Lucero (Pellegrino). Técnico: Mauricio Pellegrino.

ÁRBITRO – Leodán González (URU).

CARTÕES AMARELOS – Gustavo Henrique, Gerson, Ortega, Rodrigo Caio, Cáseres

CARTÃO VERMELHO – Ortega

LOCAL – Maracanã, NO Rio.

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!