Governo decreta luto oficial pelo falecimento do deputado Delegado Recalcatti

O governador Carlos Massa Ratinho Junior decretou luto oficial de três dias e lamentou profundamente o falecimento do deputado estadual Delegado Rubens Recalcatti, que na sexta-feira (9) foi vítima de um infarto fulminante. Ele tinha 72 anos e deixa dois filhos.

"É uma perda imensa para o Paraná. O deputado sempre defendeu a sociedade e os profissionais da segurança pública com muita dedicação. A todos os seus familiares e amigos, meus profundos sentimentos", afirmou Ratinho Junior.

Ele começou a carreira como deputado em 2017, quando assumiu o cargo como suplente do atual prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro. Foi reeleito em 2018 com mais de 35 mil votos e atualmente presidia a Comissão de Cultura na Assembleia Legislativa do Paraná, tendo trabalhado recentemente em defesa da classe artística durante a pandemia.

Recalcatti ingressou na Polícia Civil do Paraná em 1979, atuando como agente investigador. Em 1994, tornou-se delegado, função que exerceu durante 23 anos em diversos municípios do Paraná, como Araucária e União da Vitória, e delegacias da Capital, como Furtos e Roubos e Homicídios. Tinha formação em Direito e Estudos Sociais.

O deputado era natural de Videira (SC) e se mudou com a família para Francisco Beltrão, no Sudoeste, ainda criança, tornando-se paranaense de coração.
 
 

Com informação da Catve e AEN-PR

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!