Foto: Arquivo AEN

Governo do Estado lamenta a morte do jornalista Fábio Campana

O Governo do Paraná lamentou em nota a morte do jornalista Luiz Fábio Campana.

Vítima de complicações da Covid-19, ele estava internado no Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba. Campana tinha 74 anos e deixa esposa, dois filhos e um neto.

Nascido em 1947, em Foz do Iguaçu, Fábio Campana era diretor da editora Travessa dos Editores e editor das revistas Et Cetera e Ideias. Autor de um blog de notícias sobre política e cultura no Paraná, foi secretário da Comunicação Social do Governo do Estado e também atuava como colunista em uma rede de jornais do interior do estado, além de trabalhar como comentarista político em veículos de rádio.

Em sua trajetória profissional, foi secretário de Comunicação Social da Prefeitura de Curitiba e secretário de Estado da Comunicação Social em três governos durante a década de 1990. Também trabalhou como editor da extinta revista Atenção e do Correio de Notícias, e como colunista político dos jornais Gazeta do Povo, O Estado do Paraná, Tribuna do Paraná e Gazeta do Paraná. Colaborou como comentarista para as rádios CBN, BandNews e Banda B.
 
 

Com informação da AEN-PR

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!