Homem é preso suspeito de assinar homossexuais

José Tiago Correia Soroka, 33 anos, é suspeito de ser o serial killer responsável pela morte de três jovens homossexuais. Ele foi preso pela Polícia Civil na manhã deste sábado (29), em Curitiba, quando estava em uma pensão, no bairro Capão Raso.

As vítimas do criminoso são David Júnior Alves Levisio, morto no dia 27 de abril, e Marco Vinício Bozzana da Fonseca, assassinado no dia 4 de maio, ambos na capital paranaense. Ele também é suspeito da morte de Robson Olivino Paim, no dia 16 de abril, em Abelardo da Luz (SC).

Ainda no dia 11 de maio, o homem tentou matar mais um homossexual, no bairro Bigorrilho, em Curitiba. Na ocasião, a vítima conseguiu resistir ao ataque, mas teve alguns bens subtraídos.

A delegada-chefe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Camila Cecconello, explicou que agora o suspeito será interrogado na delegacia.

Fatos
Todas as vítimas eram homossexuais e moravam sozinhas. Os três homens foram encontrados mortos na cama de suas residências com sinais de asfixia e tiveram pertencentes subtraídos.

De acordo com as investigações, o assassino marcava os encontros por aplicativos de relacionamento entre homossexuais. Em um primeiro momento, o indivíduo trocava fotos com as vítimas e posteriormente se deslocava até a residência, ao chegar no o local estrangulava as vítimas. Após o sufocamento os corpos eram cobertos.

Com informação da Banda B

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!