Foto: Matheus de Lara/Página Um News)

Homem suspeito de matar próprio filho se apresenta à polícia e diz que atirou após jovem arremessar tijolo

O homem suspeito de matar o próprio filho a tiros em Castro, nos Campos Gerais do Paraná, se apresentou à Polícia Civil junto ao advogado e prestou depoimento na sexta-feira (23).

O crime aconteceu na quinta-feira (22). Vizinhos chamaram a polícia depois de ouvir disparos de arma de fogo. No local, a polícia encontrou um jovem de 19 anos com dois ferimentos de tiro, no pescoço e no braço.

Ele chegou a ser atendido, mas não resistiu e morreu a caminho do hospital.

Em depoimento à polícia, o pai afirmou que atirou pois o menino arremessou um tijolo contra ele. Disse, ainda, que a vítima teria ameaçado de morte o irmão mais novo e a madrasta.

Depois de atirar, o homem disse que tentou socorrer a vítima, mas deixou a arma no local do crime e fugiu.

Após ser ouvido, o suspeito foi liberado pelo delegado Lucas Mariano Mendes, responsável pelo caso.

De acordo com Mendes, mais uma testemunha deve ser ouvida. Na sequência, o inquérito será encerrado e encaminhado ao Ministério Público do Paraná (MP-PR), que decidirá se oferece denúncia contra o suspeito ou arquiva o caso.

Com informação do G1

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!