Foto: Wenderson Valejo

Idoso de 82 anos flagrado praticando zoofilia com cadela é multado em R$ 3 mil em MS

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Campo Grande autuou um idoso de 82 anos em R$ 3 mil na quarta-feira (21), após ele ser flagrado praticando zoofilia com uma cadela em plena luz do dia, na capital de Mato Grosso do Sul. Um morador do bairro Rita Vieira, onde o ato infracional foi cometido, filmou o momento do abuso ao animal, e foi determinante para que o suspeito fosse encontrado.


Segundo a PMA, os policiais receberam a denúncia na terça-feira (20), quando o barbeiro Wenderson Valejo, de 24 anos, filmou o idoso quando ele realizava o ato de zoofilia com uma cadela. Outros dois cachorros estavam em volta do local. O suspeito se levanta com a braguilha aberta e, com manchas de sangue em sua camiseta, é ofendido por Wenderson.
 

"Eu ouvi o choro de um dos cachorros e não pude acreditar que era aquilo mesmo que estava acontecendo. A vontade era de chegar fazendo justiça com as próprias mãos, mas preferi gravar e mostrar o que ele fez. Se faz isso com animal, pensei que poderia fazer com uma criança também", afirmou o barbeiro.
 
Nesta quarta-feira (21), a PMA localizou o endereço do suspeito e conversou com vizinhos, que confirmaram que o homem morava mesmo naquele local. Segundo conhecidos, desde o fato, ninguém mais conseguiu contato com ele. A PMA registrou um auto de infração na instância administrativa contra o idoso e determinou multa de R$ 3 mil por maus tratos.
 
De acordo com o delegado Máercio Alves Barbosa, da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista (Decat) de Campo Grande, o homem continua foragido e os três animais que estavam no local foram levados pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) para passar por exames com veterinários e determinar se, de fato, foram abusados.
"Também ouvimos testemunhas nesses últimos dias, e ainda devemos ouvir outras para esclarecer se era um ato rotineiro do suspeito, ou se ele já apresentou conduta parecida em outras situações. O inquérito deve mostrar o desenrolar da situação e elucidaremos o que aconteceu", disse Barbosa.
A notícia de que o suspeito foi localizado e deve responder pelos crimes satisfez o barbeiro que filmou o ato. "Fico aliviado e realizado de que a justiça tenha sido feita. Gostaria que ele fosse preso e respondesse pelo que fez. Que sirva de aprendizado não só para ele, mas para todos que pensem em fazer situações parecidas com animais. Não façam, pois estaremos atentos e mostraremos", finaliza Wenderson.
Segundo a PMA, os policiais voltarão até a casa do idoso para entregar os autos e dar-lhe conhecimento da multa. Caso o homem continue não sendo encontrado, ele será notificado pelos correios, ou por edital. A multa será julgada pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).


Os autos serão encaminhados ao Ministério Público e ele também poderá responder por crime ambiental de maus tratos, caso haja esse entendimento. A pena prevista para este crime de maus tratos a cães e gatos é de dois a cinco anos de reclusão.

Com informação do G1;MS

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!