Internacional domina, só empata em casa, mas avança como primeiro na Libertadores

Com grande superioridade, o Internacional foi melhor, criou oportunidades, mas não saiu de um empate sem gols com o Always Ready-BOL na noite de quarta-feira (26), no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), pela última rodada do Grupo B na Copa Libertadores da América.

 
Apesar do empate, o Internacional encerrou a fase de grupos na liderança isolada com dez pontos ganhos. Um ponto a mais que o Olímpia-PAR, que ficou em segundo lugar e que também avançou às oitavas de final após golear o Deportivo Táchira-VEN por 6 a 2. O Táchira, também com nove pontos, ficou em terceiro lugar por conta do saldo de gols (-3 a -1 do Olimpia) e vai entrar nas oitavas da Copa Sul-Americana. Com sete pontos, quatro conquistados diante do Inter, o Always está eliminado. 


 
Curiosamente, o Always Ready foi uma pedra no sapato do Internacional na competição. Isso porque na estreia o time brasileiro já havia perdido por 2 a 0 na Bolívia. E, nesta noite, o Internacional voltou a ter dificuldades para somar os três pontos nos dois jogos.

 
O primeiro tempo foi de total domínio do Internacional, que teve maior posse de bola, finalizou mais ao gol, mas acabou não conseguindo tirar o zero do placar. Ao Always Ready restou se defender como pôde e contar com a sorte para garantir, ao menos parcialmente, a igualdade.

Logo aos oito minutos, Taison foi para cima da marcação, tocou para Saravia e o jogador finalizou para boa defesa do goleiro Lampe. Não demorou e aos 10 foi a vez de Thiago Galhardo ser acionado e chutar para mais uma intervenção do goleiro adversário.

Os números da partida mostravam a pressão do time brasileiro pelo gol no Beira-Rio. Em determinado momento do jogo, o Internacional chegou a ter 76% de posse de bola. E na última tentativa antes do intervalo, aos 31, Palacios passou pela marcação e finalizou pela linha de fundo.

 
Na etapa final, o Internacional intensificou as investidas e seguiu dominando as ações em campo. Aos 12 minutos, Saravia arriscou finalização forte e o goleiro Lampe fez linda defesa, evitando o gol colorado.
Contudo, o time brasileiro se expôs em campo e poderia ter sofrido gol aos 18, quando Mosquera saiu em velocidade, invadiu a área e Marcelo Lomba evitou o pior. O lance foi exceção, o mais perigoso do time boliviano até então no confronto.

No restante, o Internacional seguiu no campo ofensivo, apostou na entrada do peruano Paolo Guerrero, mas as oportunidades criadas não conseguiram ser traduzidas em gol e consequentemente com vitória na noite.

FICHA TÉCNICA

 
INTERNACIONAL 0 X 0 ALWAYS READY-BOL

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba; Saravia, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Léo Borges; Rodrigo Lindoso (Caio Vidal), Edenílson (Rodrigo Dourado) e Nonato (Maurício); Taison, Palacios (Lucas Ramos) e Thiago Galhardo (Paolo Guerrero). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

ALWAYS READY (BOL) – Lampe; Cabrera, Enoumba e Alex Rambal; Rodrigo Ramalho (Roberto Hernández), Saucedo, Cristhian Machado e Flores; Vander (Algarañaz), Mosqueira (Árabe) e Ovejero (Franklin). Técnico: Omar Asad.
ÁRBITRO Patricio Laustau (ARG).

CARTÃO AMARELO – Rodrigo Lindoso.

LOCAL Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!