Jovens brilham, e Grêmio garante tetra gaúcho com empate no Gre-Nal

Em um jogo marcado pelo brilho de jovens talentos formados em casa, como o goleiro Brenno e o atacante Ferreira, o Grêmio garantiu o 40º título do Campeonato Gaúcho ao empatar por 1 a 1 com o rival Internacional no domingo (23), no jogo de volta da final. Como venceu o Gre-Nal por 2 a 1 na partida de ida, o time comandado por Tiago Nunes entrou em campo jogando por um empate e faturou o tetra.

 
O clássico, que terminou com os gremistas erguendo a taça do estadual pela quarta vez consecutiva, foi marcado por muita tensão. Rafinha e Yuri Alberto foram expulsos nos minutos finais do primeiro tempo. Apenas depois disso, com dez de cada lado, as redes balançaram. Ferreira marcou para o Grêmio, ainda na primeira etapa, e Rodrigo Dourado empatou depois do intervalo. Defesas importantes de Brenno fecharam a receita para garantir a comemoração dos donos da casa. 


 
 
Antes do desfecho enérgico, com a vantagem construída no primeiro jogo, o Grêmio entrou em campo sem muita preocupação em forçar jogadas no campo de ataque. Assim, fez da marcação forte a protagonista de boa parte do primeiro tempo, que teve o primeiro lance de perigo aos 14 minutos, quando Geromel ficou cara a cara com o goleiro Marcelo Lomba, após desvio dentro da área, e mandou para longe do gol.

 
O lance de perigo do zagueiro gremista foi uma exceção e não desencadeou maiores reações. Para um time que precisava buscar o resultado, o Inter criou muito pouco, tanto que teve a primeira chance clara apenas aos 28 minutos, depois de uma saída errada de Maicon. No lance, Galhardo ficou com a bola e acionou Palacios, que chutou para fora.

Depois disso, diante da escassez de finalizações, os nervos de Rafinha e Yuri Alberto trouxeram a emoção de volta ao campo. Durante um desentendimento bastante intenso, os dois se estranharam e foram expulsos pelo árbitro Leandro Pedro Vuaden.

 
Com dez de cada lado, os minutos finais foram mais movimentados. Rodinei exigiu grande defesa de Brenno, aos 45, e o Grêmio respondeu dois minutos depois, com uma bola no travessão após chute cruzado de Matheus Henrique. Então, aos 51, Ferreira recebeu de Diego Souza, limpou Rodinei e bateu rasteiro no canto esquerdo para abrir o placar.

O segundo tempo começou com o Inter presente no campo de ataque, em muitos momentos apenas com Marcelo Lomba atrás da linha do meio de campo. Ainda aos 12 minutos, Paolo Guerrero, que estava sem atuar há 39 dias, entrou no lugar de Edenilson. A postura ofensiva conseguiu acuar os gremistas, mas isso não impediu que Matheus Henrique fizesse fila antes de colocar Lomba para trabalhar com uma boa defesa, aos 14 minutos.

 
De qualquer maneira, o Inter não abaixou a guarda e conseguiu o empate aos 21 minutos, quando Rodrigo Dourado cabeceou após receber cruzamento de Moisés e superou o goleiro Brenno. A virada quase veio aos 30, mas Brenno brilhou ao se esticar todo para evitar gol de Palacios.

Nos minutos finais, o Inter ficou bastante exposto e teve mais chances de levar o segundo do que de conseguir a virada. Ainda deu tempo de mais confusão nos acréscimos, após Pedro Henrique se irritar com Ferreira, o que atrapalhou o ritmo de jogo e contribuiu para que o empate prevalecesse no placar, garantindo o 40º título gremista.

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!