Junho Vermelho: aprovada campanha de doação de sangue em Marechal Rondon

O Poder Legislativo de Marechal Cândido Rondon aprovou em definitivo, ontem (29), a instituição da campanha “Junho Vermelho” no calendário oficial de eventos do Município. Conforme o projeto de lei 20/2021, de autoria do vereador Cleiton Freitag (Gordinho do Suco), anualmente, a primeira quinzena de junho será dedicada à realização de campanha de incentivo à doação de sangue entre os rondonenses.

“O objetivo é priorizar a conscientização da população sobre a importância de doar sangue e incentivar os órgãos da administração pública municipal, empresas, entidades de classe, associações e a sociedade civil organizada para se engajarem nas campanhas de incentivo”, declarou Gordinho do Suco.

Segundo ele, a intenção é que, durante o “Junho Vermelho”, aconteçam ações de conscientização da população através de procedimentos informativos e educativos, inclusive com a realização de palestras, audiência pública e conferências, a fim de que a sociedade possa conhecer melhor o assunto e debater sobre iniciativas de apoio à doação de sangue.

O projeto de lei ainda busca autorizar o Executivo Municipal a firmar parcerias com a iniciativa pública ou privada, pessoas físicas ou jurídicas, entidades religiosas, universidades e faculdades para a realização e organização do “Junho Vermelho”.

A proposta inicial era que todo o mês de junho fosse dedicado à campanha. Porém, emenda de autoria do vereador Rafael Heinrich reduziu o tempo de duração para a primeira quinzena. Isso porque também existe a campanha Junho Violeta, que é dedicada ao combate contra a violência a idosos. Desta forma, o as duas campanhas poderão ser desenvolvidas: a Junho Vermelho entre os dias 1º e 15; e o Junho Violeta de 16 a 30.

O projeto de lei 20/2021 segue para sanção ou veto do Poder Executivo Municipal.

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!