Justiça condena Vale a pagar R$ 1 milhão por trabalhador morto

A Justiça do Trabalho condenou a Vale pelo desastre causado em Brumadinho, Minas Gerais, no ano de 2019.

A mineradora deverá pagar, por conta de danos morais, uma indenização de R$ 1 milhão para cada trabalhador que faleceu em decorrência do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão.

A decisão, tomada na última quarta-feira (9), se dá mais de 28 meses depois da tragédia que vitimou 270 pessoas na cidade que fica na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O valor deverá ser pago aos herdeiros das vítimas. Como a pena se deu em primeira instância, a empresa pode recorrer à decisão.
 
 

Com informação da TV Cultura e Catve

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!