Luis Felipe Manvailer é condenado a 31 anos de prisão

Luis Felipe Manvailer foi condenado a 31 anos de prisão, pelo Tribunal do Júri de Guarapuava, na noite desta segunda-feira (10), pela morte da esposa Tatiane Spitzner.

O julgamento levou seis dias, considerando as pausas, e a sentença foi dada por volta das 19h40.

A pena levou em consideração quatro qualificadoras do crime: feminicídio, motivo fútil, meio cruel e asfixia.

Manvailler estava preso em Guarapuava há dois anos, 19 meses e sete dias.

Tatiane Spitzner morreu após cair do 4° andar do prédio em que morava com o marido em Guarapuava, em julho de 2018.

Segundo o Ministério Público Manvailler matou a esposa e a jogou do prédio.

 

 

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!