(Foto: Américo Antônio/Sesa)

Mais 242 mil vacinas contra a Covid-19 chegam ao Paraná

O Paraná recebeu mais 242 mil doses das vacinas contra a Covid-19 nesta quinta-feira (6). A 18ᵃ remessa do Ministério da Saúde é da vacina Covishield, desenvolvida pela empresa AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford/Fiocruz.

As doses serão destinadas às gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente grave. O lote integra as 372.930 vacinas encaminhadas aos municípios nesta quarta-feira (6) para início do atendimento a este novo grupo prioritário no Estado.

"Com este novo lote daremos continuidade a imunização no Paraná e pedimos para todos os municípios, que assim que chegarem estas vacinas, junto com o lote enviado nesta semana, que continuem vacinando de domingo a domingo para que possamos imunizar o maior número de paraenses possíveis e avancemos na vacinação de outros grupos prioritários", afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, durante o acompanhamento da chegada do novo lote ao Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar).

Segundo ele, ainda essa semana o Paraná enviará cerca de 205 mil ampolas de medicamentos elencados no chamado "kit de intubação" para atendimento aos pacientes suspeitos e/ou confirmados com a Covid-19. "Pouco mais de 185 mil medicamentos são aquisições próprias da Secretaria de Estado da Saúde e o restante adquirido pelo Consórcio Paraná Saúde. Este quantitativo auxiliará no enfrentamento da pandemia nos hospitais do plano de atendimento à Covid-19?, explicou o secretário.

GESTANTES - Na ocasião, o secretário ressaltou a importância da vacinação de gestantes e puérperas, que foram incluídas neste novo grupo prioritário, junto as comorbidades, pelo Ministério da Saúde.

"Estamos vendo neste momento em todo o Brasil o aumento no número de casos de interrupção da gravidez por gestantes acometidas por Covid. Por este motivo é importante a vacinação deste grupo já que estão inseridas no Plano Nacional de Imunização e possuem doses destinadas para sua imunização?.

PFIZER - Ainda de acordo com a 18° pauta do Ministério da Saúde, o Paraná receberá 67.774 doses da vacina Comirnaty da Pfizer/BioNTech. A previsão da pasta é de que o envio destes imunizantes ao Estado seja realizado na próxima semana.

"Inicialmente concentraremos este segundo lote da Pfizer aqui no Cemepar, em Curitiba, mas isso não impedirá a descentralização destas vacinas para outros municípios, desde que estes possuam armazenamento adequado para manter as doses refrigeradas por até cinco dias", disse Beto Preto.

NOVA ORIENTAÇÃO - O Ministério da Saúde recomendou esta semana que o intervalo entre a primeira e a segunda dose do imunizante Comirnaty da Pfizer seja de 12 semanas (três meses), assim como já é realizado com a AstraZeneca. A recomendação inicial era de 21 dias entre as doses.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) realizou uma videoconferência com as 22 Regionais de Saúde na segunda-feira (3) para repassar a nova orientação enviada por informe técnico do Governo Federal.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, a vacina deve ser armazenada por no máximo cinco dias à temperatura de 2°C a 8°C, até 14 dias (duas semanas) à temperatura de -25°C à -15°C e durante toda a validade (seis meses) em freezers de ultrabaixa temperatura (-80°C à -60°C). Quando diluída em soro fisiológico para preparação, o total de seis doses por frasco-ampola deve ser utilizado em até no máximo seis horas, sob refrigeração ( 2°C à 8°C).

 

Com informações da Secretaria de Saúde do Paraná

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!