Médica morre aos 53 anos em Curitiba por complicações da Covid-19

O Conselho Regional de Medicina do Paraná registra com pesar o falecimento da médica do trabalho Dra. Deisi Ribinski da Costa Mattos Silva, ocorrido na manhã de quarta-feira (28) após 40 dias internada em unidade hospitalar de Curitiba devido a complicações pela Covid-19.

Prestes a completar 53 anos de idade, ela tinha 27 anos de formação em Medicina. A morte dela eleva para pelo menos 62 o total entre médicos no Paraná.

A Dra. Deisi Silva deixa o marido, o médico pediatra Carlos Alberto da Silva, e três filhos: Juliana, Guilherme e Luisa. O sepultamento ocorreu no final da tarde de quarta-feira no cemitério Jardim da Saudade II, em Pinhais.

As condolências da classe médica aos familiares e amigos. A APAMT (Associação Paranaense de Medicina de Trabalho), onde ela foi diretora financeira na penúltima gestão (2019-2020), e a Feas (Fundação Estatal de Atenção à Saúde), onde atuou por mais de três anos, emitiram nota lamentando a perda da profissional.

Deisi Ribinski da Costa Mattos Silva
Natural de Curitiba, onde nasceu em 13 de abril de 1968, a Dra. Deisi Mattos Silva formou-se em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, em janeiro de 1994. Registrou-se no CRM do Paraná em fevereiro do mesmo ano e depois obteve o título de especialista em Medicina do Trabalho. Era sócia ativa da APAMT desde 2010. Depois de experiências em curso de Administração e em atividades de fotografia, teatro e dança, ela concentrou sua carreira na especialidade, sendo funcionária do Instituto de Tecnologia do Paraná. No período de 2012 a 2014, foi precursora da Medicina do Trabalho na Feas, "sendo lembrada por seus colegas de trabalho pelo comprometimento com a implantação dos processos no setor de medicina ocupacional, por sua dedicação e atenção aos pacientes", como assinalado na nota de pesar emitida pela Fundação.

Com informação da Catve e Banda B

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!