Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Metroviários de São Paulo aceitam proposta do TRT e suspendem greve

Os metroviários de São Paulo, em greve desde a 0h de quarta-feira (19), decidiram em assembleia no final da noite aceitar a proposta de conciliação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região, rejeitar a proposta da Companhia do Metropolitano (Metrô) e suspender a paralisação. Os trabalhadores do Metrô deverão retornar ao trabalho imediatamente.

 
A proposta do TRT foi apresentada na tarde desta quarta-feira em uma audiência de conciliação virtual realizada pelo tribunal, com a participação de representantes do Metrô e dos empregados. Entre outros itens, o TRT propôs reajuste salarial, no vale-refeição e no vale-alimentação, de 7,79%; e o pagamento de abono salarial, a ser pago em 31 de março de 2022, equivalente ao piso normativo da categoria dos metroviários vigente em março de 2022 para todos os empregados. 


 
O Metrô não aceitou a proposta do TRT e fez uma nova sugestão, rejeitada na noite de hoje pelos metroviários. Dos 3.274 participantes da assembleia da categoria, 3.064 (93,5%) aprovaram a proposta do TRT, 2.633 (80,4%) rejeitaram a do Metrô e 2.488 (75,9%) concordaram com a suspensão da greve.

 

Agência Brasil

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!