Na volta dos titulares, Flamengo faz 3 no Bangu e se isola na liderança

A espera da torcida acabou. 34 dias após a conquista do Brasileirão, diante do São Paulo, no Morumbi, o time titular do Flamengo voltou a campo mostrando muita força e com um problema recorrente: o alto número de gols desperdiçados. Foram diversas chances criadas e perdidas na vitória tranquila sobre o Bangu, por 3 a 0, que isolou o time na liderança do Campeonato Carioca, com 16 pontos.

 
O flamenguista poderia estar festejando uma goleada histórica no Raulino Oliveira, em Volta Redonda. Gabriel, Bruno Henrique, Everton Ribeiro e cia. falharam demais na hora de balançar as redes do Bangu. A todo momento um jogador do atual campeão aparecia lamentando um gol perdido.


Gabriel assustou logo de cara mostrando que a noite seria toda do Flamengo. O atacante, que antecipou a volta na rodada passada, ainda reclamou de pênalti em uma bola na mão, discutiu com rival por entrada dura sofrida, fez o dele em impedimento, um que valeu e quase serviu de garçom.

Mas Bruno Henrique estava com a pontaria falha. O primeiro chute foi torto, o segundo também e a cabeçada pelo alto. Antes de irem ao vestiário, os flamenguistas ainda viram os jogadores mais defensivos terem e não aproveitarem oportunidades, como o volante Diego e o lateral Filipe Luís. E Bruno Henrique se redimir ao deixar o seu no minuto final da etapa.

 
Foi um massacre. Para quem “estreava” na temporada, a apresentação mostrou que o Flamengo tem enorme superioridade sobre todos os rivais do estado. Com falta de ritmo e ainda necessitando resgatar o entrosamento, dominou os 90 minutos diante de um Bangu na defensiva e sem muito o que proporcionar diante do produzido pelo rival.

No período de férias dos titulares, a equipe rubro-negra entrou em campo seis vezes sob a direção de Maurício Souza. Todas pelo Carioca. E o desempenho não deixou a desejar. Ganhou quatro vezes, empatou uma e perdeu somente o clássico diante do Fluminense, figurando na liderança do Estadual, com 13 pontos.

 
Já demonstrava superação com os reservas e, na volta dos titulares, o Flamengo deu mostras que dificilmente vai deixar o título escapar. Para se ter ideia do volume de jogo grande, o goleiro Diego Alves ficou assistindo a partida quase toda no meio-campo.

A fome de gols intensa não cessou na etapa final, mesmo com a vantagem no marcador. O bombardeio seguiu. E os gols perdidos, idem. Com Everton Ribeiro ficando no quase e Gustavo Henrique parando na trave. Arrascaeta teve melhor sorte em seu chutaço de longe e fez 2 a 0. Faltava o de Gabriel. No fim, ele recebeu de Vitinho e “abriu” a sua nova temporada, dando números finais a uma vitória maiúscula e que era para ter sido por placar muito mais elástico

 
FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 3 x 0 BANGU

FLAMENGO – Diego Alves; Isla, Willian Arão, Gustavo Henrique (Bruno Viana) e Filipe Luís; Diego (Gomes), Gerson, Everton Ribeiro (Michael) e Arrascaeta (Rodrigo Muniz); Bruno Henrique (Vitinho) e Gabriel. Técnico: Rogério Ceni.

BANGU – Paulo Henrique; Digão, Gabriel Moreira, Israel e Léo Griggio (Fandinho); Dionatan, Marcelo Mattos (Rochinha), Geancarlo (Matheus Olavo) e Geovani (Edmundo); Daniel (Adenilson) e Jean Carlos. Técnico: Marcelo Marelli.

GOLS – Bruno Henrique, aos 47 minutos do primeiro tempo; Arrascaeta, aos 21, e Gabriel aos 39 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Filipe Luís (Flamengo); Gabriel Moreira, Fandinho e Dionatan (Bangu).

ÁRBITRO – Grazianni Maciel Rocha.

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

 

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!