No Mineirão, Cruzeiro perde para o CRB por 4 a 3 e cai para a lanterna da Série B

A má fase do Cruzeiro para não ter fim. No domingo (06), o time mineiro chegou a buscar o empate depois de estar perdendo por 3 a 1, mas viu o CRB marcar aos 43 minutos do segundo tempo e ganhar por 4 a 3, em pleno Mineirão, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

 
Sem pontuar depois de dois jogos, o Cruzeiro amarga a lanterna e vê a pressão aumentar em cima do técnico Felipe Conceição. O CRB manteve a invencibilidade e encostou nos líderes ao somar seu quarto ponto neste início de campeonato. 


 
A partida começou eletrizante no Mineirão. Logo aos quatro minutos, Diego Torres cobrou escanteio, Lucas França saiu mal e Marthã cabeceou para o gol aberto. A vantagem do CRB, porém, durou apenas quatro minutos. Raúl Cáceres cruzou, a zaga não cortou e Airton se antecipou a marcação para cabecear no canto de Diogo Silva.

O Cruzeiro continuou em cima do CRB em busca da virada e ela quase veio aos 19 minutos. Bisolli acertou um bonito voleio e o goleiro fez a defesa. Em boa troca de passes, Rafael Sóbis recebeu de Bisolli e cabeceou. Diogo Silva espalmou e o rebote sobrou para Bruno José, que isolou.

 
Quando parecia que a virada celeste era questão de tempo, o CRB marcou aos 31 minutos. Diego Torres cobrou falta, a bola desviou na barreira e tirou Lucas França do lance. Dessa vez, o Cruzeiro sentiu o gol e quase levou o terceiro em chute de Ewandro defendido pelo goleiro.

Na volta do segundo tempo, o Cruzeiro foi surpreendido aos seis minutos. Após chutão, Ramon falhou, Hyuri invadiu a área e bateu na saída de Lucas França. O goleiro celeste ainda tocou na bola, que bateu na trave antes de entrar. O gol deixou o clima ainda mais nervoso e Rafael Sóbis reclamou ao ser substituído por Stênio.

Mas a reação do Cruzeiro foi rápida. Aos 13, Rômulo cobrou escanteio e Ramon diminuiu. O empate só não veio na sequência porque Diogo Silva defendeu finalização de Rômulo. Na sequência foi a vez do CRB assustar. Gum dominou na entrada da área e viu a bicicleta acertar a trave.

 
A pressão celeste era grande. Aos 34 minutos, Frazan tirou bola em cima da linha após confusão entre Diogo Silva e Gum. Os jogadores do Cruzeiro alegaram que a bola havia entrado. O empate veio aos 40. Rômulo cobrou escanteio e Matheus Barbosa cabeceou no cantinho.

Três minutos depois, o CRB voltou a ficar na frente do placar. Jean Patrick recebeu de Erik, dominou e acertou uma bomba no ângulo de Lucas França. O Cruzeiro abusou dos cruzamentos no fim da partida e não conseguiu buscar o empate.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, às 16h30, pela terceira rodada. O Cruzeiro joga mais uma vez no Mineirão, dessa vez contra o Goiás, e o CRB recebe o Confiança, no Rei Pelé, em Maceió.

 
FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 3 x 4 CRB

CRUZEIRO – Lucas França; Raúl Cáceres, Joseph, Ramon e Matheus Pereira; Rômulo, Flávio (Matheus Barbosa) e Rafael Sóbis (Stênio); Bruno José, Bissoli e Airton (Felipe Augusto). Técnico: Felipe Conceição.

CRB – Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Frazan e Guilherme Romão; Marthã (Claudinei), Jean Patrick e Diego Torres (Dudu); Ewandro (Erik), Alisson Farias (Celsinho) e Hyuri (Vitão). Técnico: Allan Aal.

GOLS – Marthã, aos 4, Airton, aos 8, e Diego Torres, aos 31 minutos do primeiro tempo; Hyuri, aos 6, Ramon, aos 13, Matheus Barbosa, aos 40, e Jean Patrick, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Ramon (Cruzeiro); Diogo Silva, Marthã, Claudinei e Ewandro (CRB).

ÁRBITRO – Douglas Marques das Flores (SP).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

 
LOCAL – Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!