Foto: Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional

Nova ponte Brasil-Paraguai, em Foz, atinge 52% de execução

A nova Ponte da Integração que ligará o Brasil ao Paraguai ultrapassou a metade da sua execução no mês de abril, com 52% da obra concluída. Construída sobre o Rio Paraná, a ponte ligará a cidade paraguaia de Presidente Franco a Foz do Iguaçu, no Oeste paranaense. O investimento da obra, realizado por meio da Itaipu Binacional, está previsto em R$ 323 milhões, dos quais foram gastos R$ 122,5 milhões (37,92% do total).

Segundo o boletim informativo publicado em abril pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), a margem brasileira da ponte avançou na segunda etapa da construção da caixa de equilíbrio - estrutura de concreto armado que faz um contrapeso para os 470 metros de extensão que formam o vão central da ponte, o maior da América Latina - e da execução do mastro principal, que deve chegar a 120 metros de altura.

Na margem paraguaia, o mastro principal também avançou, chegando a 97 metros de altura. Também foi finalizado o terceiro trecho que forma o tabuleiro da ponte. Feito em concreto armado, o trecho tem 20,5 metros de largura e 28,12 de comprimento, pesando cerca de 1.100 toneladas. Os dois primeiros trechos do tabuleiro já foram concluídos anteriormente.

No total, a ponte terá 760 metros de comprimento, sendo composta por duas pistas simples de 3,6 metros de largura, acostamento de 3 metros e calçada de 1,70 metro. A previsão de entrega da obra é 2022.

A estrutura da ponte também vai contar com infraestrutura completa de fronteira, com aduanas, órgãos de controle e fiscalização e um novo acesso rodoviário a rodovia Perimetral Leste, que conecta a nova ponte diretamente à BR-277 e desafoga o tráfego de veículos pesados no perímetro urbano de Foz do Iguaçu e na Ponte da Amizade, construída nos anos 1960.

PERIMETRAL - A rodovia Perimetral Leste, também em execução, integra o pacote de investimentos em infraestrutura realizados pela Itaipu Binacional para o desenvolvimento logístico da região Oeste do Paraná. As obras são de gestão do Estado do Paraná, através do DER/PR. Já foram investidos R$ 2,4 milhões dos R$ 104 milhões previstos para a construção da rodovia, que tem previsão de entrega para agosto de 2022.

Iniciadas em 11 de março, as obras estão 2,3% executadas. Segundo o boletim do DER, os esforços avançaram nas etapas de terraplenagem e de concreto, aço e forma do viaduto de acesso à Ponte Tancredo Neves, que conecta Brasil e Argentina.

INVESTIMENTOS - Tanto a Ponte da Integração como a Perimetral Leste são parte do pacote de investimentos da Itaipu Binacional, que totalizam mais de R$ 1 bilhão para o Oeste do Paraná, que tem como objetivo acelerar o crescimento da região. Os compromissos foram firmados junto ao Governo do Estado, responsável pela gestão das obras.

O pacote também inclui a duplicação da Rodovia das Cataratas (BR-469) e a ampliação da pista de pouso e decolagem do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, entregue pelo Presidente Jair Bolsonaro e pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior no início do mês, que passa a permitir voos internacionais.
 

 

Com informações AEN e catve

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!