Novorizontino derrota Ponte e é campeão do Troféu do Interior pela primeira vez

O Novorizontino confirmou a superioridade sobre a Ponte Preta e, com uma vitória por 2 a 0 no estádio Jorge Ismael de Biasi, em final realizada na noite de quinta-feira (20), conquistou de forma inédita o Troféu do Interior.

 
Como fez melhor campanha na fase classificatória, o Novorizontino teve a vantagem de atuar o jogo único da final em casa. E aproveitou isso para conquistar o seu primeiro título do Troféu do Interior. A Ponte desperdiçou a chance de ser campeã pela sétima vez na competição.


O título inédito garante ao Novorizontino uma vaga na Copa do Brasil de 2022, além de uma premiação de R$ 252 mil. Já a Ponte Preta ficou com R$ 70 mil pelo vice-campeonato.

Assim como aconteceu na semifinal contra o Red Bull Bragantino, a Ponte Preta iniciou o jogo desatenta e pagou caro por isso. Logo aos quatro minutos, Jenison passou como quis por Ruan Renato e cruzou rasteiro para Felipe Rodrigues bater de primeira, deixando o Novorizontino na frente do placar.

 
O time da casa recuou e passou a apostar no contra-ataque para ampliar. Faltou acertar o último passe. Já a Ponte Preta tinha a posse da bola, mas não era criativa e por isso quase não ameaçou o gol de Giovanni, que fez apenas uma defesa em chute de longe do volante Dawhan.

O panorama da partida não mudou muito depois do intervalo. A Ponte Preta seguia com a posse de bola, mas sem levar perigo ao goleiro Giovanni. A única vez que isso aconteceu foi aos 15 minutos. Dawhan aproveitou rebote da zaga e bateu de primeira. A bola desviou em Camilo e acertou o travessão antes de sair.

Aos poucos, o Novorizontino foi entrando no jogo e garantiu o título aos 26 minutos. Murilo Rangel cobrou escanteio, Léo Baiano desviou na primeira trave, Ygor Vinhas não cortou e Edson Silva, com o gol aberto, só completou. A Ponte ficou entregue e escapou de sofrer uma derrota mais elástica.

 
Agora é pensar no Campeonato Brasileiro que começa em dez dias. O Novorizontino vai disputar, pela primeira vez, a Série C, enquanto a Ponte Preta entra de novo na competitiva Série B ao lado de grandes forças como Botafogo-RJ e Vasco, do Rio, Cruzeiro, Coritiba e o rival Guarani, todos campeões nacionais outrora.

FICHA TÉCNICA

NOVORIZONTINO 2 X 0 PONTE PRETA

NOVORIZONTINO – Giovanni; Felipe Rodrigues, Edson Silva, Bruno Aguiar e Paulinho; Barba, Léo Baiano (Adilson Goiano) e Murilo Rangel (Roney); Cléo Silva (Ricardo Luz), Danielzinho (Douglas Baggio) e Jenison (Guilherme Queiroz). Técnico: Léo Condé.

 
PONTE PRETA – Ygor Vinhas; Apodi (Bruno Michel), Luizão, Ruan Renato e Felipe Albuquerque; Dawhan, Vini Locatelli (Renan Mota) e Camilo; Moisés, Renatinho (Jean Carlos) e Paulo Sérgio (João Veras). Técnico: Fábio Moreno.

GOLS – Felipe Rodrigues, aos quatro minutos do primeiro tempo; Edson Silva, aos 26 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Douglas Marques das Flores

CARTÃO AMARELO – Adilson Goiano (Novorizontino)

LOCAL – Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!