Novorizontino vence Ituano e faz a final do Troféu do Interior com a Ponte Preta

O Novorizontino carimbou sua vaga na final do Troféu do Interior do Campeonato Paulista ao vencer o Ituano por 4 a 0 na noite da segunda-feira (17), no estádio Jorge Ismael de Biasi. A classificação serve de alento para um time que brigou até a última rodada por um lugar nas fases finais do Paulistão. O campeão garante vaga na Copa do Brasil de 2022.

 
Na final, o Novorizontino encontrará a Ponte Preta, que já conquistou a competição em seis oportunidades. O time alvinegro passou pelo Red Bull Bragantino nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal, no domingo. 


 
O primeiro tempo foi de total domínio do Novorizontino. O time, que amargou a eliminação do Paulistão na rodada final, não precisou de muito para abrir o marcador logo aos sete minutos. Em bela trama de contra-ataque, Danielzinho recebeu de Murilo Rangel, invadiu a área e tocou para Cléo Silva estufar as redes de Pegorari.

 
O Ituano ainda ameaçou com Gabriel Taliari, mas Giovanni fez grande defesa para assegurar o Novorizontino, que voltou a atacar. Aos 46 minutos, Murilo Rangel recebeu em liberdade e arriscou de longe. A bola bateu em Jenison e surpreendeu o goleiro Pegorari, 2 a 0. Antes do apito final, o árbitro consultou o VAR para analisar um possível pênalti para o Ituano. Após a revisão, manteve a decisão de campo e colocou um ponto final nos primeiros 45 minutos.

No segundo tempo, o Ituano igualou as ações, mas, mesmo melhor, acabou sendo castigado. Cléo Silva tocou para Jenison, que fez o pivô e contou com um corta-luz de Murilo Rangel para dar a bola para Léo Baiano fazer um bonito gol, ampliando o marcador para 3 a 0 com um chute forte. O time de Itu tentou diminuir de imediato, mas a bola de Bruno Lopes parou na trave.

 
O jogo ficou aberto com ambas as equipes buscando o gol. O Novorizontino, apesar da vantagem, não se acomodou e seguiu pressionando. Aos 30 minutos, Guilherme Queiroz, que acabara de entrar na partida, saiu de frente para o gol e bateu colocado. A bola carimbou caprichosamente a trave. Mas, aos 43, Pereira ampliou. Ele pegou a bola sozinho na intermediária e, sem marcação, chutou forte no canto esquerdo do goleiro Pegorari. Final indiscutível: 4 a 0.

FICHA TÉCNICA:

NOVORIZONTINO 4 x 0 ITUANO

NOVORIZONTINO – Giovanni; Felipe Rodrigues, Robson (Edson Silva), Bruno Aguiar e Reverson; João Pedro (Adilson Goiano), Léo Baiano e Murilo Rangel (Pereira); Cléo Silva, Danielzinho (Douglas Baggio) e Jenison (Guilherme Queiroz). Técnico: Léo Condé.

 
ITUANO – Pegorari; Jeferson, Matheus Silva, Matheus Mancini e Breno Lopes; Tárik (Bruno Lima), Fillipe Soutto e Gabriel Taliari (Roni); Branquinho (Fernandinho), Iago (Kadu Barone) e Bruno Lopes (Victor Rangel). Técnico: Vinicius Bergantin.

GOLS – Cléo Silva, aos 7, e Jenison, aos 46 minutos do primeiro tempo. Léo Baiano, aos 6, e Pereira, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – João Pedro (Novorizontino); Tárik (Ituano).

ÁRBITRO – Vinícius Gonçalves Dias Araújo.

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!