Obras da nova ponte entre Brasil e Paraguai já ultrapassam 50% de execução

As obras da Ponte da Integração Brasil - Paraguai, que vai interligar as cidades de Foz do Iguaçu, no Paraná, e Presidente Franco, no país vizinho, alcançaram 52% de execução. A nova ponte internacional deve ser entregue em 2022.

Parceria entre o Governo do Paraná, Itaipu Binacional e governo federal, a construção é financiada com recursos da Itaipu Binacional e o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) é responsável pela gestão da execução e fiscalização do andamento dos serviços.

Dos R$ 323 milhões previstos para as obras, já foram aplicados R$ 122,5 milhões. A ponte está sendo construída simultaneamente nas margens do Rio Paraná em ambos os países e mobiliza cerca de 2,5 mil trabalhadores.

"Estamos impressionados com a velocidade desta obra que ficará pronta no ano que vem. Já temos mais da metade da ponte concluída e o projeto inclui também um novo acesso rodoviário", disse o chefe da Casa Civil, Guto Silva, que esteve nas obras nesta quinta-feira (22), acompanhado pelo líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Hussein Bakri.

Silva destacou a estrutura da ponte, que será do tipo estaiada, ou seja suspensa por cabos, com 760 metros de comprimento e vão livre de 470 metros. A ponte terá pista de rodagem com 3,7 metros de largura em cada sentido, além de 3 metros de acostamento e passeio de pedestres com 1,7 metro.

"Será o maior vão livre da América Latina, uma infraestrutura que vai alterar toda a região, tanto em termos de logística quanto de desenvolvimento econômico e urbano", afirmou.

ANDAMENTO - Na margem brasileira, durante o mês de abril as obras se concentraram na caixa de equilíbrio, estrutura em concreto armado que funciona como contrapeso para os 470 metros do vão central. A próxima etapa consiste na elevação da sua altura. A previsão é que até o fim deste mês o mastro principal alcance 120 metros, finalizando a primeira fase da execução da torre. Já no Paraguai, o mastro principal deve atingir 97 metros de altura no final de deste mês.

PERIMETRAL - O lado brasileiro terá infraestrutura completa de fronteira, com implantação de aduanas, órgãos de controle e fiscalização, além de um novo acesso rodoviário, conhecido como Via Perimetral. O acesso, também em construção, vai interligar a ponte à BR-277, passando por fora do Centro de Foz do Iguaçu, reduzindo o fluxo de veículos pesados na área urbana.
 

Informações: Agência de Notícias do Paraná e catve

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!