Operação da Policia Federal combate lavagem de dinheiro do tráfico de drogas e prostituição

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (18) a Operação Solis com o objetivo de desmantelar uma organização criminosa especializada na lavagem de dinheiro proveniente dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e casas de prostituição.

Cerca de 90 policiais federais cumprem nove mandados de prisão preventiva e 17 mandados de busca e apreensão em três estados: Paraná (Boa Vista da Aparecida, Cascavel, Colombo, Curitiba, Matinhos e Piraquara); Santa Catarina (Blumenau, Florianópolis e Massaranduba) e Rio Grande do Sul (Getúlio Vargas).

Para efetuar a lavagem de dinheiro os criminosos utilizavam empresas, uma delas fictícia, com o objetivo de dar aparência de legalidade aos negócios e a ostentação de bens e valores frutos dos crimes praticados.

Uma das formas utilizadas na lavagem de dinheiro é o recebimento de valores nas casas de prostituição mediante máquinas de cartão de crédito vinculadas a empresas do ramo de cosméticos e energia solar.

Durante o período investigado, o líder da organização criminosa movimentou mais de R$ 1,6 milhão no sistema bancário, ostentando, assim, carros de luxo, jets ski, casas na praia, entre outros.

A operação foi batizada de "Solis" em alusão ao Sol, que é a estrela central do Sistema Solar, pois é dessa forma que se comporta o principal investigado desse procedimento, buscando todos os holofotes, ostentando veículo de alto padrão para ser o centro das atenções de Boa Vista da Aparecida. Além disso, o crime de lavagem de dinheiro é realizado valendo-se da empresa do ramo de energia solar.

A Polícia Federal ressalta que, em razão da situação de pandemia causada pelo coronavírus, foi adotada logística especial de preservação do contágio com distribuição de EPI?s a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas e investigados.

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!