Operação Desviados II: 17 policiais são presos e apreensões realizadas

Ao todo 17 policiais militares foram presos na Operação Desviados II, realizada na manhã de quarta-feira (30).

A ação é do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Foz do Iguaçu, com apoio da Corregedoria-Geral da Polícia Militar do Paraná.

Durante as ações foram cumpridos 15 mandados de prisão preventiva e suspensão do exercício das funções públicas, além de 23 mandados de busca e apreensão

Na operação foram apreendidos dinheiro, armas, munições e mercadorias contrabandeadas.

Os mandatos foram cumpridos nos Municípios de São Miguel do Iguaçu, Missal, Foz do Iguaçu e Cláudia (MT), sendo um deles cumprido nas dependências da 2? Companhia da Polícia Militar de Medianeira.

SOBRE A OPERAÇÃO
Foi realizado na manhã desta quarta-feira (30) a Operação "Desviados II" do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Foz do Iguaçu, com apoio da Corregedoria-Geral da Polícia Militar do Paraná.

De acordo com assessoria, são cumpridos 15 mandados de prisão preventiva e suspensão do exercício das funções públicas, além de 23 mandados de busca e apreensão, nos Municípios de São Miguel do Iguaçu, Missal, Foz do Iguaçu e Cláudia/MT, sendo um deles cumprido nas dependências da 2? Companhia da Polícia Militar de Medianeira/PR.

Todos os alvos são Militares lotados, à época dos fatos, na precitada Companhia da Polícia Militar. A investigação apura a suposta prática, pelos agentes, dos delitos de organização criminosa, peculato, prevaricação e falsidade ideológica.

Durante as investigações, foi constatado, a princípio, que os policiais alvos, utilizavam do cargo público que ocupavam, ao abordarem pessoas com mercadorias oriundas do estrangeiro (especialmente Paraguai), sem o devido pagamento de tributos, se apropriam indevidamente de parte ou totalidade dos produtos, com liberação do abordado, incidindo, assim, nos crimes militares.

Ainda, para conferir aparente legalidade à abordagem, registravam boletins de ocorrência falsos, com informações genéricas, sem a descrição dos produtos apreendidos, o que lhes facilitava o suposto desvio de parte ou totalidade da carga.

Durante o cumprimento dos mandados foram recolhidos armas da Corporação, distintivos, coletes balísticos, cédulas funcionais, além de apreendidos documentos diversos, equipamentos eletrônicos, celulares e valores em espécie.

Os mandados de prisão preventiva, afastamento do exercício das funções públicas e busca e apreensão foram expedidos pelo Juízo da Vara da Auditoria Militar Criminal de Curitiba.

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!