Palmeiras vence o Del Valle no Equador e se classifica às oitavas da Libertadores

Mais uma vez extremamente eficiente, o Palmeiras bateu o Independiente Del Valle por 1 a 0, na terça-feira (11), no Equador, e manteve os 100% de aproveitamento na Libertadores. Foi a quarta vitória seguida da equipe, que chegou aos 12 pontos na liderança do Grupo A e já garantiu por antecipação a vaga nas oitavas de final.

 
Se aproveitasse melhor os contra-ataques, o Palmeiras poderia até ter vencido com mais facilidade. Mas, na altitude de mais de 2.800 metros de Quito, o Palmeiras procurou cadenciar o jogo desde o início, fechado na defesa, sem se expor muito. 



 
Assim, bloqueava as ações ofensivas do Del Valle à espera de algum vacilo do adversário para acionar os atacantes Rony e Luiz Adriano em jogadas de velocidade. A estratégia, no entanto, poderia ter dado resultado antes se os homens de frente não ficassem tanto em posição de impedimento – somente nos primeiros 26 minutos de jogos, foram cinco vezes.

Aos 40 minutos, enfim, o time encaixou uma boa jogada nas costas da defesa e chegou ao gol. Luiz Adriano segurou a passada, recebeu a bola de Patrick de Paula e foi derrubado dentro da área. Na cobrança do pênalti, Raphael Veiga chutou no meio do gol para abrir o placar.

 
No segundo tempo, o Palmeiras manteve a postura. Bem postado à frente do gol de Weverton, praticamente não correu riscos. O Del Valle até tinha a bola na maior parte do tempo, mas era um domínio estéril.

O problema é que, após os 30 minutos, o Palmeiras recuou demais a marcação e mal dava as caras no ataque. Fisicamente, a equipe também caiu de rendimento. A partida, então, passou a ficar perigosa. Faltou, no entanto, pontaria ao Del Valle. Melhor para o Palmeiras, que segurou a vitória até o final, garantiu vaga antecipada na próxima fase e manteve a campanha perfeita na competição.

FICHA TÉCNICA

INDEPENDIENTE DEL VALLE 0 x 1 PALMEIRAS

 
Independiente del Valle – M. Ramírez; Landázuri (Escobar), Schunke e Pacho; Pellerano (B. García), Faravelli, Vite (Montenegro), Hurtado e J. Sánchez (Guerrero); Murillo e C. Ortíz. Técnico: Renato Paiva.

Palmeiras – Weverton; Luan, Gustavo Gómez e Renan; Marcos Rocha, Felipe Melo (Gustavo Scarpa), Patrick de Paula (Danilo), Raphael Veiga (Mayke) e Victor Luis; Rony e Luiz Adriano (Danilo Barbosa). Técnico: Abel Ferreira.

Gol – Raphael Veiga, aos 42 do primeiro tempo.

Árbitro – Jesús Valenzuela (VEN)

Cartões Amarelos – Patrick de Paula, Landázuri, Felipe. Melo, Vite e M. Ramírez.

 
Local: Estádio Casa Blanca, em Quito, Equador

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!