Pato Bragado chega ao 9º óbito por Covid-19

O 9º óbito ocorreu no domingo (30) e é de pessoa do sexo masculino de 65 anos, que possuía comorbidades. Ele estava na Unidade de Atendimento Intensivo (UTI) da rede privada e não resistiu às complicações decorrentes da doença. 

Pato Bragado assim como os demais municípios do Estado vive um cenário cada vez mais delicado da pandemia. A lotação de leitos de UTI está acima de 90% desde o começo do ano e a taxa de transmissão acelerada da doença do Paraná, está entre as piores do País.

A vacina contra a Covid-19 tem trazido alívio para quem já foi imunizado e esperança para os que aguardam a sua vez de vacinar. Entretanto, mesmo após finalizar o ciclo das duas doses, é preciso manter a rotina de cuidados contra o coronavírus Sars-CoV-2.

A Secretaria Municipal de Saúde alerta que deve ser mantido o distanciamento social, uso de máscara e higienização constante das mãos até que se atinja a chamada “imunidade de rebanho”, quando boa parte da população estiver imunizada. “Tem que manter os cuidados no intervalo e após as duas doses, pois nenhuma vacina é 100% eficaz e sempre existe o risco de as pessoas adoecerem”, alerta a enfermeira da Ala Covid-19, Luise Fabiane Schmitt.

Além disso, Luise destaca que mesmo imunizada, a pessoa, em algumas circunstâncias, pode circular em algum ambiente e ser infectada pelo vírus. “Assim, mesmo que o organismo consiga se defender e a pessoa não desenvolva a doença, ela pode transmitir mesmo estando vacinada”, alerta.

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!