Pato Bragado mobiliza servidores públicos e comunidade no combate à dengue

A dengue tem se alastrado de forma rápida em muitas cidades do Paraná e da região. Em Pato Bragado considerando que o município, conforme o último boletim epidemiológico, conta com 78 notificações e 26 casos confirmados, além de outros 42 aguardando coleta/em análise, a administração municipal realizou no início da manhã de hoje (1º), uma mobilização em frente à prefeitura e que contou com o envolvimento de servidores públicos de todas as secretarias.

 

 

 

Foi formada uma grande frente de trabalho pela eliminação dos focos do mosquito Aedes aegypti. 

 

 

Coordenados pelo prefeito Leomar Rohden e o vice-prefeito, John Jeferson Weber Nodari, foram organizados grupos de trabalho, conforme a área de atuação das Agentes Comunitárias de Saúde (ACSs) para cobertura das ações em todo perímetro urbano. A recolha de todo material depositado em frente às residências, tanto pela comunidade que foi informada do arrastão, quanto pelos servidores está ocorrendo pela Secretaria de Obras, Viação e Urbanismo.

 

EPIDEMIA

 

 

Entre os 26 casos confirmados de dengue, 14 são autóctones, ou seja, contraídos no município.

 

 

 

Nesse caso, a situação se torna ainda mais complicada, já que conforme o secretário de Saúde, o número de pessoas com o problema, é maior, pois muitos exames ainda estão no laboratório Lacen, vinculado à Secretaria de Saúde do Estado.

 

 

“De um dia para o outro podemos ter os resultados das amostras de sangue e a exemplo do último ano, sofrer com uma nova epidemia no município”, anuncia Nodari. 

 

 

 

Diante do cenário que se modifica a cada dia, com mais casos positivos, o prefeito reforçou a importância dos servidores e da população em estabelecer uma rotina e verificar, principalmente calhas, fossas e ralos, assim como os seus quintais e jardins, fazendo sempre a separação do lixo e a destinação nos dias determinados. 

 

 

 

CANTEIROS DE OBRAS 

 

 

Os cuidados também devem ser redobrados nas obras de construção civil, como aponta o prefeito. “É preciso destinar corretamente os restos de sacaria de argamassa e de cimento, entre outros resíduos, copos e compartimentos de alimentos descartáveis.

 

 

Para tanto, no município contamos com um dia específico na quarta-feira para recolha de todos esses materiais que vão para reciclagem.

 

 

O gestor também destaca a importância de não esquecer da betoneira que pode acumular água e de drenar a água acumulada nas lajes ao longo do dia e, principalmente, nos finais de semana. 

 

 

 

Fotos Arrastão dengue 18,20,23 e 26 – Em frente à prefeitura foram organizados grupos de trabalho, conforme a área de atuação das Agentes Comunitárias de Saúde (ACSs) para cobertura das ações em todo perímetro urbano.

 

 

Fotos Arrastão dengue 39, 41 e 85 – Prefeito Mano, vice e secretário de Saúde, John Nodari 

 

 

 

Fotos Arrastão dengue e Arrastão dengue 1 - Larvas do mosquito Aedes aegypti foram encontradas e eliminadas durante o arrastão

 

 

Foto Arrastão dengue 80 – Constatou-se que em alguns locais da cidade, o acúmulo de materiais favorece a proliferação do mosquito e outras doenças

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos



Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!