Pessoas são detidas pela Policia com armas de fogo em Guaíra

Por volta das 6h35 de quinta-feira (01), a equipe de serviço por determinação da central, deslocou a avenida Mate Laranjeira, centro de Guaíra, para prestar apoio a equipe médica da ambulância USB-18 em um atendimento de surto psicótico.

Com a chegada da equipe do Samu e da Pm, foi localizado o autor, sendo que a equipe médica não constatou o surto psicótico, sendo assim não realizou o atendimento.

Após alguns minutos compareceu na recepção do hotel a amasia do autor que relatou que não estava sabendo do acionamento do Samu e nem da Pm, mas conseguiu confirmar que foi a mãe do autor, que mora em Maringá que realizou o acionamento. Ela relatou ainda, que convive com ele a 8 meses, e que moravam em Maringá e vieram para Guaíra a aproximadamente 30 dias para gerenciar o hotel da família, pois a arrendatária reincidiu o contrato.

Sendo que desde o último domingo o casal entrou em atrito, e a partir da segunda-feira estão dormindo em quartos separados, e como de conhecimento por parte dela e da própria mãe do autor sobre a existência de arma de fogo, a mãe do autor orientou ela a pegar e esconder a arma de fogo.

Sendo assim, ela pegou a pistola calibre 380, Glock, e escondeu em seu quarto. E nesta madrugada ele começou a exigir a arma de volta, enviando diversos áudios pelo aplicativo “Whatsapp”, usando tom de ameaça.

Ela entregou a equipe da Pm uma arma calibre 380, Glock, alimentada com 15 munições intactas e outra arma de fogo de fabricação artesanal calibre 22, com mais 08 munições de calibres distintos que foram anexadas a este boletim.

Perguntado ao autor sobre as armas de fogo, ele reconheceu a propriedade de apenas uma, a pistola Glock, e apresentou o seu certificado de registro com validade até 09/05/2023, e disse desconhecer a arma de fogo artesanal.

Diante dos fatos, foi realizada a apreensão das armas de fogo e das munições e realizada a condução dos envolvidos ao pelotão de Polícia Militar para confecção do boletim de ocorrência e na sequência as armas, munições e conduzidos foram entregues na delegacia de polícia civil de guaíra,  para as devidas providências.

Durante a condução não houve resistência e nem desobediência, não sendo necessário uso de algemas.

 

Marechal News

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!