PF prende no Paraná suspeito de assassinar policial penal federal, em Mossoró, em 2017

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (08), a Operação Ebenézer e prendeu em Curitiba/PR, um homem, de 43 anos, suspeito de ser o autor do homicídio que vitimou o policial penal federal Henri Charlie Gama e Silva, morto em abril de 2017, na cidade de Mossoró/RN.

Na operação foram mobilizados policiais federais de Brasília, Mossoró e Curitiba visando dar cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela 8ᵃ Vara Federal de Mossoró.

À época dos fatos, o policial penal Henri Charlie estava em um bar próximo à sua residência, em Mossoró (RN), quando um indivíduo desceu de um veículo e atirou em sua direção. Atingido pelas costas, ele ainda assim conseguiu correr, mas foi alcançado pelo autor dos disparos. O crime teria sido arquitetado por uma facção criminosa paulista e contou com a infiltração de uma empregada doméstica na residência da vítima.

Quando do prosseguimento das investigações, ficou demonstrado que o acusado estaria vivendo com nome falso na capital paranaense, onde acabou sendo localizado.

Força-Tarefa

Este foi mais um trabalho concluído com êxito pela Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado em Mossoró (FT-NUDEM), coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais e estaduais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI).

A Força-Tarefa disponibiliza e conta com a colaboração da população pelo telefone (84) 3323.8300, bem como pelo WhatsApp (84) 9218.0326, que são os canais indicados para recebimento de informações, denúncias de crimes, etc, sendo o sigilo do denunciante plenamente preservado.

(*) O nome da operação - Ebenézer - significa pedra de ajuda, que teria sido erguida pelo profeta Samuel após uma grande vitória militar. Naquela ocasião, o profeta teria proclamado: "até aqui o Senhor nos ajudou". Com o passar dos anos, mesmo enfrentando dificuldades, a PF nunca parou até que conseguiu identificar, localizar e prender o acusado.

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!