Políticos lamentam a morte de Bruno Covas

Diversos políticos brasileiros lamentaram a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), na manhã deste domingo (16). Covas estava internado desde 2 de maio no Hospital Sírio-Libanês, no Centro da capital paulista, para tratar um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado. Na última sexta-feira (14), ele apresentou agravamento do estado de saúde, tornando o caso irreversível, conforme informou o boletim médico.

Veja a seguir as mensagens de condolências publicadas nas redes sociais.

Ricardo Nunes (MDB), prefeito em exercício de São Paulo

"A dor toma conta, perder um amigo, um irmão, que é referência de integridade, companheirismo, generosidade, dói muito".

João Doria, governador de São Paulo

"Obrigado Bruno Covas, por ter compartilhado, com todos nós, tanto carinho e dedicação. À Renata e ao Pedro, seus Pais, Gustavo, seu irmão e especialmente Tomás, seu filho, meu afeto nesse momento doloroso em que a natureza subverte o curso da vida. São Paulo terá sempre muito orgulho desse filho querido.

A força de Bruno Covas vem do seu exemplo e do seu caráter. Foi leal à família, aos amigos, ao povo de São Paulo e aos filiados do seu partido, o PSDB. Sua garra nos inspira e seu trabalho nos motiva.

Tive o privilégio de acompanhá-lo desde o início da vida pública, ao lado do seu avô Mario Covas. Tive a honra de tê-lo como vice, na prefeitura de São Paulo. E a alegria de ver seus ideais e realizações aprovados nas eleições de 2020.

Bruno Covas era sensível, sereno, correto, racional, pragmático e ponderado. Voz sensata, sorriso largo e bom coração. Bruno Covas era esperança. E a esperança não morre: ela segue, com fé, nas lições que ele nos ofereceu em sua vida.

Muito obrigado, Bruno. Você foi e continuará sendo para todos nós, um eterno exemplo".

Michel Temer, ex-presidente da República

"Acabo de receber a tristíssima notícia do falecimento de Bruno Covas. Tão jovem, tão afável, tão idôneo. Com ele vai embora parte da nossa esperança. Descansa em paz."

Guilherme Boulos, coordenador do MTST e da Frente Povo Sem Medo

"Lamento muito a morte do prefeito Bruno Covas. Tivemos uma convivência franca e democrática. Minha solidariedade aos seus familiares e amigos neste momento difícil. Vá em paz, Bruno!"

Randolfe Rodrigues, senador

"Que a família, os amigos, e todos aqueles que conviveram com Bruno Covas encontrem paz e conforto nesse momento de dor. Nunca é fácil perder alguém, especialmente jovem. Bruno foi corajoso e encarou a doença com garra e vontade de viver. Envio minhas orações."
 

com informações da Catve e TV Cultura

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!