Programa A União Faz a Vida é pauta de reunião entre Prefeitura de Quatro Pontes e Sicredi

Uma reunião de alinhamento do Programa “A União Faz a Vida” foi realizada ontem (26), na sala de reuniões da Prefeitura de Quatro Pontes.

 

 

 

A pauta foi discutida entre representantes do Poder Público e da Sicredi Aliança PR/SP, contando com a presença do prefeito João Laufer, do secretário de Administração e vice-prefeito Tiago Hansel, da secretária de Educação, Cultura e Esportes, Araceli Basso Tauchert, da coordenadora pedagógica do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Cantinho Feliz e coordenadora do programa no município, Angélica Borelli Fridrich, além da gerente da agência local da Sicredi, Elaine Sanders, assessora de Desenvolvimento do Cooperativismo, Francielle Carla Trento, e da analista de Desenvolvimento do Cooperativismo, Carolina Lamb. 

 

 

 

Quatro Pontes e a Sicredi Aliança PR/SP tem um acordo de cooperação do Programa “A União Faz a Vida”, que visa colaborar para a educação integral de crianças, por meio de educação cooperativa, baseado em projetos, para o desenvolvimento de princípios de cooperação e cidadania.

 

 

 

O programa atende professores e alunos da rede municipal de ensino vinculados ao Cmei Cantinho Feliz.

 

 

A coordenadora pedagógica do Cmei Cantinho Feliz e coordenadora do programa no município, Angélica Borelli Fridrich, conta que o programa já tem uma história no município.

 

 

 

 

“Ele começou a fazer parte dos projetos pedagógicos no ano de 2017, com a primeira formação de educadores em meados de outubro do referido ano.

 

 

 

No ano seguinte (2018), o Cmei trabalhou com quatro projetos, todos bem elaborados.

 

 

 

 

Logo, em 2019 as educadoras optaram por ampliar o número de projetos, tendo oito execuções no total.

 

 

 

Já 2020 começou com muitos desafios, mas contribuiu para o crescimento de todos dentro da metodologia aplicada pelo programa.

 

 

 

Ou seja, a escola foi transformada através dos esforços individuais e coletivos de educadores (as), que foram flexíveis para a inovação e solidários na compreensão das novas realidades das crianças e suas famílias.

 

 

 

Foi um ano em que nos aproximamos das pessoas, sobretudo, um contexto que nos fez refletir sobre a importância de sermos mais solidários, cooperativos, empreendedores, comunicativos, protagonistas, justos e, efetivamente, nos levou a analisar a relevância de exercer o nosso papel de cidadania”, expõe.

 

 

 

 

O programa atendeu, então, centenas de crianças quatropontenses, sendo 90 em 2018, 132 em 2019 e 164 em 2020. 

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!