Projeto do Complexo de Segurança Pública é apresentado ao comandante-geral da Polícia Militar do Paraná

Importante encontro foi realizado nesta quarta-feira, dia 14, na sala de reuniões do gabinete, na prefeitura rondonense, que reuniu diversas autoridades policiais, entre elas o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Hudson Leôncio Teixeira, comandante do 5º Comando Regional da Polícia Militar de Cascavel, coronel Sergio Almir Teixeira, comandante do 19º Batalhão da PM de Toledo, coronel José Osmar Novach, além de representantes locais do Batalhão de Polícia de Fronteira, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Policia Rodoviária Estadual.

Também estiveram presentes autoridades municipais, como o vice-prefeito Ilário Hofstaetter, o Ila, que representou o prefeito Marcio Rauber (que está em viagem à capital do estado), o presidente da Acimacar, Ricardo Leites de Oliveira, Secretário de Mobilidade Urbana, coronel Welyngton Alves da Rosa, representando o legislativo, vereador Soldado Sauer, o presidente do Conselho de Segurança de Marechal Rondon, Victor Morel, entre outros.

Coronel Hudson está fazendo visitas na região para verificar o trabalho que vem sendo realizado e as principais demandas na questão de segurança. Em Marechal Rondon lhe foi apresentado o estudo arquitetônico do Complexo de Segurança Pública, encabeçado pela Acimacar e pela prefeitura rondonense, além do projeto de monitoramento por câmeras, que inicialmente dever ser implantado de forma experimental no município.

Sobre o complexo de segurança, o município já cedeu uma área nobre para a construção da sede, paralela à Avenida Rio Grande do Sul, próxima à captação do SAAE. Um local de fácil acesso que abrigaria as unidades da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Instituto de Identificação e o pátio de veículos apreendidos. O espaço contaria ainda com local para atividades físicas dos policiais. 

O presidente da Acimacar, Ricardo Leites de Oliveira, falou sobre o projeto, destacando que a Associação Comercial estaria disposta a viabilizar o projeto técnico da construção, que demandaria recursos de aproximadamente R$ 400 mil. A obra em si, custaria em torno de 15 milhões para ser edificada. “O coronel Hudson entendeu a importância do complexo de segurança e se comprometeu a buscar junto ao governo do estado recursos para que seja implantado. Foi uma reunião muito produtiva”, avaliou Ricardo.

O vice-prefeito Ila também reiterou tratar-se de um projeto fundamental para que as forças policiais tenham melhores condições de trabalho no município, já que hoje, as sedes das polícias e Corpo de Bombeiros já não são mais adequadas às necessidades. “Temos que fazer com que isso aconteça. Não vamos medir esforços para que a obra vire realidade. Quem sai ganhando com tudo isso é a comunidade, já que a segurança ganhará um reforço a mais”.

Comandante Hudson mencionou que vê a iniciativa com bons olhos, já que a obra irá atender à necessidade da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil. “Vamos buscar alternativas para que isso vire realidade, seja em nível estadual ou federal. O projeto é algo inovador, já que irá sediar as polícias em um só lugar. Marechal Rondon está de parabéns pela iniciativa”, frisou o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná.

 

Fotos



Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!