Quadro clínico de padre Adair Bennemann se agrava, informa Diocese de Toledo

Boletim divulgado pela diocese de Toledo nesta quarta-feira (02), trata a situação do padre Adair Bennemann como complicada e extremamente séria.

Houve um agravamento significativo no quadro nas últimas horas. Tentou-se a manobra de prona para que o padre Adair tivesse um alívio na respiração, mas ele não respondeu a este estímulo. Voltaram-no então a posição normal e por conta disso a quantidade de drogas sedativas teve de ser aumentada.

A pressão arterial também é um agente complicador. Sua saturação está em 91 e o peso é um agente complicador que inviabiliza novas tentativas de prona. Rins encontram-se bem, mas a inflamação pulmonar está alta, maior do que ontem.

Os médicos advertem para um período longo de tratamento. Inicialmente se pensava entre 10 e 14 dias, mas devido às complicações das últimas horas essa condição deve se prolongar significativamente.

A Diocese de Toledo continua a pedir a intensificação das orações pelo presbítero. Hoje um dos sacerdotes, no período da tarde, irá administrar o Sacramento da Unção dos Enfermos ao Pe. Adair.


O padre Adair, tem 62 anos e é pároco da Paróquia Santa Rosa de Lima de Nova Santa Rosa, contraiu o vírus e desde sexta-feira (28/05) encontra-se internado na UTI do Hospital Geral da Unimed (HGU) em Toledo.

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!