Red Bull Bragantino sai atrás, vira o placar e cede empate no final ao Bahia

O Red Bull Bragantino foi buscar uma desvantagem de 2 a 0, virou o marcador, mas vacilou nos momentos finais e ficou no empate contra o Bahia, por 3 a 3, em grande jogo, na noite de sábado (05), no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Gilberto, completando 32 anos, foi o destaque da partida com dois gols e uma assistência. Artur, Cuello e Luan Cândido anotaram para o time do interior de São Paulo.

 
Com o resultado, Red Bull Bragantino e Bahia perderam 100% de aproveitamento na competição, mas mantiveram a invencibilidade, chegando aos quatro pontos, atrás do Atlético-GO, que chegou aos seis pontos ao derrotar o São Paulo, por 2 a 0, também neste sábado. 



 
Os dois times fazem duelos pela Copa do Brasil na próxima quarta-feira. Às 19 horas, o Bahia recebe o Vila Nova, no Pituaçu, em Salvador, com a vantagem de ter vencido em Goiânia por 1 a 0. O Red Bull Bragantino encara o Fluminense, às 21h30, no Nabi Abi Chedid, para descontar uma derrota por 2 a 0. Coincidentemente, o time paulista volta a enfrentar o adversário carioca no domingo, às 16 horas, no mesmo local pelo Brasileirão. Também no domingo, o time baiano joga contra o Internacional, em casa.

 
Foi um primeiro tempo intenso. Do começo ao fim. Logo no primeiro minuto, Artur abriu o placar em finalização da entrada da área. O árbitro gaúcho Vinícius Gomes do Amaral, no entanto, foi chamado para conferir o lance no VAR e invalidou o gol por uma falta no início da jogada. Mesmo sem marcar, o time paulista manteve a intensidade e criou boas oportunidades de gols, sempre com Artur pelo lado direito.

O Bahia tinha muitas dificuldades para sair da pressão, mas também tinha Gilberto. O centroavante tirou o time visitante das dificuldades abrindo o placar aos 15 minutos. Depois de cobrança de falta, o camisa 9 desviou de cabeça e marcou. Ainda era pouco para ele. Aos 18, Gilberto recebeu lançamento, cortou o marcador e finalizou colocado, com categoria, para ampliar. Um chute de fora da área e cruzado.

 
Não demorou muito para o Red Bull Bragantino se recolocar no jogo. Aos 21 minutos, Artur avançou pela direita, recebeu lançamento de Ytalo e contou com ajuda de Claus para descontar. Os donos da casa chegaram a empatar no primeiro, mas novamente a arbitragem invalidou, desta vez por impedimento. No último lance da primeira etapa, os paulistas perderam mais uma boa chance em bola ajeitada para o meio da área, que Ytalo tentou finalizar de calcanhar.

O Red Bull Bragantino voltou dos vestiários com tudo e empatou aos quatro minutos. Depois de cobrança de escanteio fechada, Lucas Cândido se antecipou à marcação e desviou de cabeça para o gol. O Bahia acabou encurralado depois de tomar o empate. Sem ter forças para reagir, nem chegar ao campo de ataque, o time visitante fez o possível para manter o adversário longe e impedir finalizações perigosas.

 
Em uma das poucas vezes que cedeu espaço, o Red Bull Bragantino aproveitou para virar o marcador. Aos 22 minutos, Cuello recebeu pela esquerda, ficou livre ao cortar a marcação e finalizou colocado para marcar um belo gol.

O Bahia aparentava se dar por vencido, mas nos minutos finais foi buscar o empate. Aos 40 minutos, Gilberto prendeu a bola no ataque e esperou a chegada de Jonas. O volante veio de trás, finalizou forte e acertou o cantinho de Júlio César.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 3 x 3 BAHIA

RED BULL BRAGANTINO – Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Jadsom Silva (Ramires), Lucas Evangelista e Cuello; Artur, Ytalo e Pedrinho (Alerrandro). Técnico: Maurício Barbieri.

BAHIA – Mateus Claus; Renan Guedes, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Lucas Araújo), Matheus Galdezani (Jonas), Rodriguinho (Alesson) e Thaciano (Oscar Ruíz); Rossi (Maycon Douglas) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

GOLS – Gilberto, aos 15 e aos 18, e Artur, aos 21 minutos do primeiro tempo; Luan Cândido, aos 4, Cuello, aos 22, e Jonas, aos 40 minutos do segundo tempo.

 
CARTÕES AMARELOS – Jadsom Silva (Red Bull Bragantino); Matheus Galdezani, Jonas, Lucas Araújo (Bahia).

ÁRBITRO – Vinícius Gomes do Amaral (RS).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!