Foto: Grêmio/Flickr

Reunião nesta quinta-feira deve avaliar permanência de Renato Gaúcho no Grêmio

Após testar positivo para a covid-19 na semana passada, Renato Gaúcho não estava à beira do campo na derrota por 2 a 1 do Grêmio para o Independiente del Valle, do Equador, na quarta-feira, em Porto Alegre, que culminou com a eliminação precoce na Copa Libertadores, ainda na terceira fase preliminar. O peso disso cai nas costas do técnico, que pode não comandar mais o clube tricolor.

 
A direção do Grêmio marcou uma reunião, nesta quinta-feira, para debater a permanência de Renato Portaluppi, que está no comando tricolor desde 2016. O encontro deve ser de pressão no presidente Romildo Bolzan Júnior, que ainda mantém o respaldo ao comandante. Em sua terceira passagem, se tornou o técnico com mais jogos na história gremista e ganhou uma estátua. Além de conquistar os títulos da Copa do Brasil (2016), da Libertadores (2017), da Recopa Sul-Americana (2018), de três Campeonatos Gaúchos (2018, 2019 e 2020) e uma Recopa Gaúcha (2019).



O vice-presidente Cláudio Oderich não descartou uma troca no comando. No encontro devem participar todos os membros do Conselho de Gestão, presidido por Romildo Bolzan Júnior e que tem mais seis vice-presidentes: Marcos Herrmann, Paulo Luz, Duda Kroeff, Guto Peixoto e Adalberto Preis, além de Oderich.

 
Isolado e em recuperação, Renato Gaúcho está cumprindo o período de afastamento e não participou das duas partidas contra os equatorianos. No final da última temporada, o treinador renovou o seu vínculo com o Grêmio até o final de 2021.

Com a eliminação, o time tricolor volta para a Copa Sul-Americana, que não disputa desde 2012. Os adversários na fase de grupos serão Lanús (Argentina), La Equidad (Colômbia) e Aragua (Venezuela). O auxiliar Alexandre Mendes, que comanda a equipe na ausência de Renato Gaúcho, admite que os jogadores sentiram a derrota no vestiário, mas pede uma rápida virada de página.

 
“A gente espera que os jogadores sintam, mas virem a página o mais rápido possível. Temos competições importantes pela frente. Foco no Gauchão e na Sul-Americana. Hoje (quarta-feira), possivelmente, os jogadores estão combalidos, sentindo. A partir de amanhã (quinta), precisamos virar a página”, disse em entrevista coletiva após a derrota.

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!