Revisão do Plano Diretor volta a tramitar na Câmara de Marechal Rondon

O Poder Legislativo de Marechal Cândido Rondon, através de Ato da Mesa assinado pelo presidente Pedro Rauber e pelo secretário Dionir Briesch, determinou o imediato desarquivamento dos sete projetos de leis complementares que dispõem sobre a revisão do Plano Diretor do Município.

A tramitação das matérias estava parada desde setembro de 2020, depois que o Ministério Público recomendou a suspensão de audiência pública, que é obrigatória, em razão da pandemia do novo coronavírus.

No novo Ato da Mesa, foi determinado que os projetos de leis complementares sejam baixados para as análises e pareceres das Comissões Permanentes do Poder Legislativo. Ficou estabelecido que eventuais propostas de emendas deverão ser encaminhadas pelos vereadores à Comissão de Justiça e Redação dentro de 15 dias.

Após o encerramento dos trabalhos desta Comissão não serão mais aceitas novas propostas de emendas oriundas dos parlamentares, a fim de que se possa dar continuidade ao trâmite normal do processo legislativo. Já a audiência pública será realizada quando houver as condições necessárias para garantir a saúde da população. 

Também é estudada a possibilidade de realizá-la em modo virtual, se persistir por longo tempo a pandemia.

Os projetos de leis complementares estão disponíveis para consulta pública do site da Câmara de Vereadores. 

Plano Diretor

O Plano Diretor é uma exigência da lei federal que criou o Estatuto da Cidade, e serve como instrumento básico da política de desenvolvimento municipal. Ele é composto por um conjunto de princípios e regras orientadoras de ações nas áreas urbana e rural, a fim de garantir os serviços públicos e assegurar melhores condições à população e ao meio ambiente.

Os estudos e audiências públicas que resultaram na proposta do novo Plano Diretor foram iniciados ainda em 2017. Ele foi elaborado com a participação da comunidade em geral, da sociedade civil organizada e de servidores públicos.

O trabalho teve acompanhamento técnico da FAUEL – Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual de Londrina, contratada pela Prefeitura para assessorar a execução do projeto, objetivando a ampla publicidade ao processo de elaboração.

Todo os dados coletados e discutidos foram compilados e apresentados pela FAUEL ainda em abril de 2019. São quatro volumes que formam o “Documento do Plano Diretor”.

Com vigência para os próximos dez anos, o conjunto de projetos que englobam a revisão do Plano Diretor precisa ser analisado e votada pelo Câmara de Vereadores, para então ser encaminhado para a sanção do Executivo Municipal.

O Projeto de Lei Complementar 1/2020 é o que institui o Plano Diretor de Marechal Cândido Rondon.

O Projeto de Lei Complementar 2/2020 dispõe sobre o perímetro urbano do município.

O Projeto de Lei Complementar 3/2020 trata do uso e ocupação do solo urbano e de expansão urbana Industrial.

O parcelamento do solo urbano no município é o tema do Projeto de Lei Complementar 4/2020.

O Projeto de Lei Complementar 5/2020 dispõe sobre o sistema viário.

O Projeto de Lei Complementar 6/2020 é o que regulamenta o Código de Obras da Iniciativa Privada e Pública.

E o Projeto de Lei Complementar 7/2020 trata do Código de Posturas do Município. 

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!