Foto: Reprodução/Flickr CBF Oficial

Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF

Rogério Caboclo foi afastado da presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por 30 dias. A decisão foi tomada neste domingo (6) pelo Conselho de Ética da entidade. O motivo foi a denúncia de assédio sexual e moral de uma funcionária.

O presidente também sofria pressão dos patrocinadores e de outros dirigentes da Confederação. Um dele era da Nike, uma das principais parceiras da seleção.

Vigésimo presidente da história da CBF, Rogério Caboclo foi eleito em 2018, e assumiu em abril de 2019, aos 46 anos. Ele também estava envolvido em outras polêmicas, como conflitos com jogadores da seleção e o técnico Tite.

Denúncia

Segundo informações publicadas no site GE, uma funcionária da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) denunciou Caboclo por assédio moral e sexual na última sexta (4).

A funcionaria teria relatado que foi constrangida e até xingada de "cadela" em viagens e reuniões por Caboclo. Em um destes episódios, o presidente da CBF teria forçado ela a comer um biscoito de cachorro.

O site da Cultura chegou a entrar em contado com a CBF mas não obteve resposta até o momento.
 

Informações TV Cultura e Catve

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!