Santos faz três no Ceará e celebra a primeira vitória no Campeonato Brasileiro

Derrotado por 3 a 0 pelo Bahia na rodada de estreia do Brasileirão, o Santos recebeu o Ceará na Vila Belmiro, no sábado (05), e conquistou os primeiros três pontos com uma vitória segura por 3 a 1, em jogo válido pela segunda rodada. Após sair na frente com um golaço de Jean Mota, o time santista deixou Vina empatar para os visitantes, mas Marinho, que se redimiu após pênalti perdido, e Kaio Jorge marcaram para garantir a vitória.

 
Mais tranquilo após se recuperar do início frustrante no Campeonato Brasileiro, o Santos volta o foco para o duelo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, contra o Cianorte, marcado para terça-feira, novamente na Vila Belmiro. O primeiro jogo terminou com vitória por 2 a 0 para os santistas. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso é diante do Juventude, sábado que vem, também em casa.


Do outro lado, o Ceará conheceu a primeira derrota na disputa nacional, depois de estrear com vitória por 3 a 2 sobre o Grêmio. A busca pela reabilitação vem no próximo domingo, contra a Chapecoense, após clássico com o Fortaleza na quinta-feira, pela Copa do Brasil.

 
Agora empatados com três pontos na tabela, a dupla alvinegra ofereceu muita intensidade nos primeiros minutos do jogo deste sábado. O Santos entrou em campo acelerado e ocupou o campo de ataque, até que, aos cinco minutos, o árbitro marcou pênalti após Messias cortar um cruzamento com a mão. Marinho assumiu a responsabilidade da cobrança, encheu o pé e mandou para fora, desperdiçando a chance de abrir o placar.

O alívio ao ver a bola cruzar a linha de fundo pareceu injetar certo ânimo no Ceará, que viveu bons momentos no ataque minutos depois do pênalti perdido. O melhor deles foi aos 12 minutos, em um chute cruzado de Jorginho defendido pelo goleiro santista John. Depois disso, no entanto, a equipe cearense não manteve o ritmo e logo viu o Santos retomar o controle.

 
Com domínio da posse de bola, os santistas deixaram Fernando Diniz orgulhoso. O caminho para abrir o placar foi encontrado em um lance construído desde o campo de defesa, finalizado com um golaço de Jean Mota, que acertou o ângulo após chute da intermediária, aos 17 minutos.

A partir daí, o domínio continuou, e nada indicava que o Ceará conseguiria empatar, mas tudo começou a dar errado nos acréscimos, quando Felipe Jonatan errou um passe simples para trás e entregou um escanteio para os adversários. Após a cobrança, Alison tocou com a mão na bola, e o árbitro marcou pênalti após consultar o VAR. Vina converteu, aos 51 minutos, e o jogo foi para o intervalo com a igualdade no placar.

 
Ao voltar para o segundo tempo, o Ceará não deixou o Santos ditar o ritmo. Em busca da virada, o time cearense marcou presença no ataque, porém com erros no último passe e dificuldade nas finalizações. Sem aproveitar o bom momento, os visitantes viram os santistas voltarem a abrir vantagem. O gol saiu aos 17 minutos, dos pés de Marinho, que aproveitou corte mal feito de Messias e colocou na rede.

Novamente atrás no placar, Guto Ferreira optou por, enfim, colocar Cleber, autor de dois gols nas duas últimas partidas do Ceará, no lugar de Felipe Vizeu. A estrela que brilhou, entretanto, foi do outro lado. Aos 26 minutos, Kaio Jorge aproveitou escanteio cobrado por Pirani e cabeceou para marcar o seu sexto gol em oito jogos. Tranquilo com a vantagem no placar, o Santos não teve dificuldades para administrar o resultado e conseguiu chegar ao apito final sem sofrer grandes emoções.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 3 x 1 CEARÁ

SANTOS – John Victor; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota (Danilo Boza) e Gabriel Pirani (Ângelo); Marinho (Madson), Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Marcos Guilherme (Kevin Malthus). Técnico: Fernando Diniz.

 
CEARÁ – Richard; Buiú, Messias, Gabriel Lacerda (Jordan) e Bruno Pacheco; Oliveira, Fernando Sobral (Charles), Vina (Rick) e Jorginho; Saulo Mineiro (Wendson) e Felipe Vizeu (Cléber). Técnico: Guto Ferreira.

GOLS – Jean Mota, aos 17, e Vina, aos 51 minutos do primeiro tempo; Marinho, aos 17, e Kaio Jorge, aos 26 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Pará, Alison e Luan Peres (Santos); Gabriel Lacerda (Ceará).

ÁRBITRO – Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!